ASSINE

Fugitivo do ES que deixou bilhete em inglês ainda não foi localizado

O acusado fugiu em 2017 com o uniforme de um agente penitenciário pela porta da frente da penitenciária Estadual de Vila Velha III e nunca mais foi visto.

Publicado em 08/11/2019 às 20h44
Homem está foragido há dois anos . Crédito: Divulgação
Homem está foragido há dois anos . Crédito: Divulgação

Foragido desde novembro de 2017, Osvaldo Marinho Barreto, ainda não foi localizado. O detento conseguiu de forma misteriosa sair pela porta da frente da Penitenciária Estadual de Vila Velha III (PEVV III), onde cumpria pena, uniformizado como se fosse um agente penitenciário.

Na ocasião Osvaldo deixou um recado para os colegas da penitenciária. O texto feito em inglês foi deixado em um quadro, localizado na biblioteca. Isso aconteceu no dia 2 de novembro.

Na época, a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) chegou a informar que o caso seria apurado pela corregedoria. Um ano depois,  em 2018, a investigação do caso ainda não tinha sido concluída. Em seguida a procuradoria da Sejus afirmou que o procedimento administrativo estava avaliando a conduta de um servidor que teria participação na fuga de Osvaldo e que estaria em fase final de conclusão.

Mais um ano se passou e nesta sexta-feira (8), a Secretaria nos informou, por nota, que dois anos depois da fuga Osvaldo continua foragido e que o processo do agente que teria auxiliado na fuga está em análise. “A secretaria da Justiça (Sejus) informa que Osvaldo Marinho Barreto permanece foragido. O processo administrativo instaurado para apurar o fato segue em tramitação, estando em última instância administrativa para análise de recurso interposto."

O RECADO

Preso foge e deixa recado em inglês . Crédito: Reprodução
Preso foge e deixa recado em inglês . Crédito: Reprodução

Quando fugiu Osvaldo deixou um recado que foi endereçado aos colegas presidiários. Nele o preso pede desculpas por fugir e diz orar pelos colegas, além disso destaca que os outros detentos se tornaram a família dele. Confira a tradução:

“Oi amigos, me desculpem eu tenho que fazer isso. Este é caminho. Eu desejo tudo de bom na vida de vocês. Nunca vou esquecer vocês. Vocês fazem parte da minha família agora. Vocês vão continuar em minhas orações todos os dias. Com amor, Osvaldo”

A Gazeta integra o

Saiba mais
justiça segurança pública sejus (secretaria de justiça)

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.