ASSINE

Após morte de jovem, grupo tenta atacar ônibus e dois são detidos em Vitória

Uma viatura passava pela Avenida Marechal Campos quando grupo tentou atacar um ônibus. Os agentes entraram em confronto com os suspeitos e duas pessoas acabaram detidas

Publicado em 25/06/2021 às 10h46
Policiais que estavam no DPJ fizeram uma incursão no morro próximo
Ação da PM em morro de Vitória nesta manhã. Crédito: Vitor Jubini

Depois do protesto pela morte do adolescente Danilo Candida de Souza, de 17 anos, no Bairro Bonfim, em Vitória, que terminou com um ônibus depredado na manhã desta sexta-feira (25), outra ocorrência foi registrada logo após, na Avenida Marechal Campos, também na Capital. Um grupo tentou atacar um ônibus na via, mas uma viatura passava pelo local e um confronto teve início. Duas pessoas foram detidas.

De acordo com a polícia, um grupo de seis pessoas desceu do bairro Bonfim em direção à Avenida Marechal Campos, sendo que quatro delas estavam armadas. Os homens cercaram um ônibus e começaram a atacar o veículo, mas o motorista conseguiu escapar e o coletivo seguiu viagem.

Neste momento, uma viatura passava pelo local e aí teve início um confronto a tiros entre os suspeitos e os policiais militares, conforme explicou o Tenente Pereira, da Polícia Militar.

“Essa viatura avistou os seis indivíduos querendo atacar os veículos. Quando a guarnição chegou próximo, esses indivíduos começaram a realizar disparos. Dos seis, a viatura conseguiu pegar dois. Quatro conseguiram escapar armados”, disse.

Os dois presos foram encaminhados para a Delegacia Regional de Vitória. De acordo com a polícia, o ataque é mais uma represália pela morte do jovem na noite desta quinta-feira (24) em confronto com a PM no bairro Bonfim.

VIATURA DEPREDADA EM DELEGACIA

Além dessa ocorrência, a polícia registrou outro crime na manhã desta sexta-feira (25). Uma viatura que estava estacionada na Delegacia Regional de Vitória, no bairro Horto, foi atingida por uma pedra. Um rojão também foi disparado no entorno.  

Viatura atingida por pedra no DPJ de Vitória
Viatura atingida por pedra em Vitória. Crédito: Vitor Jubini

De acordo com informações da polícia, ainda não se sabe se o ato foi cometido por uma pessoa ou um grupo, mas uma pedra foi atirada contra uma viatura da Polícia Civil. O veículo ficou com o vidro danificado.

“Pelo visto foi paralelo. Enquanto estavam lá em cima, um outro grupo se dividiu e veio aqui na delegacia para depredar uma viatura”, disse o tenente.

OCORRÊNCIAS MOBILIZAM FORÇAS POLICIAIS

Depois das ocorrências registradas na manhã desta sexta (25), muitos agentes de diferentes forças policiais estão na Delegacia Regional de Vitória. Além da Polícia Militar e Civil, estão seus grupamentos de operações especiais, como a Coordenadoria de Operações e Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE), e a Companhia Independente de Missões Especiais da Polícia Militar (Cimesp).

Movimentação no DPJ de Vitória
Movimentação na Delegacia Regional de Vitória na manhã desta sexta-feira (25). Crédito: Vitor Jubini

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.