ASSINE

Golpe do carro financiado está fazendo vítimas no ES

Os criminosos compram o veículo com documentos roubados ou extraviados de outras pessoas. Segundo a polícia, dois grupos estão agindo assim nas regiões Norte e Noroeste

Publicado em 12/03/2020 às 16h57
Polícia Civil de Linhares já recuperou três veículos nessa situação. Crédito: Leonardo Goliver
Polícia Civil de Linhares já recuperou três veículos nessa situação. Crédito: Leonardo Goliver

Você já imaginou ser cobrado pelo financiamento de um veículo que nunca comprou? O golpe do carro financiado é assim: o automóvel é adquirido por criminosos com documentos roubados ou extraviados de uma outra pessoa, algum tempo depois a vítima começa a ser cobrada por um bem que nem sabe onde está.

Essa prática está fazendo vítimas no Norte e Noroeste do Espírito Santo. De acordo com a Polícia Civil, os fraudadores estão comprando os veículos em Linhares e Colatina. Na última semana, três carros nessa situação foram recuperados na região. 

O chefe da 16ª Delegacia Regional de Linhares, delegado Fabrício Lucindo, explicou que os criminosos conseguem documentos roubados ou extraviados das vítimas. “Com esses documentos, os golpistas fazem a compra nas concessionárias e conseguem através de financeiras concretizar a negociação, isso tudo de uma maneira até facilitada”, explicou.

O delegado contou ainda que dois grupos criminosos estão comprando os automóveis em Linhares e Colatina. Na última semana, após trabalho de investigação da polícia, três carros comprados através do golpe foram recuperados em Linhares e Sooretama. Alguns golpistas também foram localizados.

“Nós identificamos alguns golpistas que confessaram a autoria dos crimes. Eles não foram presos, pois não estavam em flagrância”, explicou o delegado confirmando que os casos foram encaminhados para a Justiça.

Fabrício Lucindo explicou que a polícia ainda procura outros sete carros que foram financiados e deixaram vítimas lesadas.

O delegado finalizou orientando as agências de veículos a terem mais cuidado na verificação da documentação do comprador e na confirmação dos dados cadastrais. Além disso, as vítimas que receberem alguma cobrança indevida devem procuram a polícia para registrar ocorrência.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Colatina Linhares Polícia Civil colatina crime linhares

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.