ASSINE

PM vai ajudar a fiscalizar comércio sem permissão para abrir no ES

Militares e guardas municipais  vão atuar, com os fiscais municipais, para checar se as regras estabelecidas em decreto do governo estadual estão sendo cumpridas

Publicado em 09/04/2020 às 16h30
Atualizado em 09/04/2020 às 16h43
Data: 20/03/2020 - ES - Cariacica - Comércio na avenida Expedito Garcia em Campo Grande - Editoria: Cidades - Foto: Vitor Jubini - GZ
Comércio na Avenida Expedito Garcia em Campo Grande . Crédito: Vitor Jubini

A Polícia Militar vai ajudar a fiscalizar  lojas comerciais que não estão obedecendo à ordem de fechamento, determinada em decreto estadual para conter a pandemia do novo coronavírus no Estado.  Segundo o comandante da corporação, coronel Douglas Caus, os militares  podem  atuar em municípios que não há agentes  da Guarda Municipal como, por exemplo,  Cariacica.

   "Acompanharemos as fiscalizações realizadas pelos municípios para verificar se as regras estabelecidas no decreto do governo estadual estão sendo cumpridas", assinalou.

Além disso, os policiais estão acompanhando o retorno de algumas atividades comerciais liberadas para evitar crimes ao patrimônio. 

O comandante fez ainda um alerta aos comerciantes que estão autorizados pelo decreto do governador Renato Casagrande a retomarem as suas atividades para que observem as regras de funcionamento estabelecidas no decreto.

 "Recomendo que estes comerciantes observem os termos de funcionamento, com segurança para a população, e que evitem ação da fiscalização, com o apoio da Guarda Municipal e da Polícia Militar, que pode resultar no fechamento do estabelecimento se for necessário. As ações de fiscalização serão intensificadas", assinalou.

RETORNO

A nova decisão do Governo do Estado de permitir o funcionamento de alguns ramos de atividades do comércio,  desde a última segunda-feira (6), estabelece horários específicos para a atividade nos estabelecimentos, levando em conta, principalmente, a possibilidade de impacto nos terminais e nos ônibus.

O DECRETO

O governador Renato Casagrande (PSB) decidiu prorrogar e manter fechado a maior parte do comércio e shoppings até próximo  domingo, dia 12 de abril. No entanto, lojas de materiais de construção, de serviços automotivos e de chocolates vão poder funcionar de 10h às 16h, fora do horário de pico dos coletivos.

Isso inclui estabelecimentos de venda de peças automotivas, venda de veículos automotores, borracharias, oficinas de reparação de veículos e de bicicletas. Também foi acordado com a indústria da construção civil que o expediente seja alterado de 8h30 da manhã para até as 18 horas, para haver a desconcentração do transporte público.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.