ASSINE

Coronavírus: unhas compridas, esmaltes e anéis devem ser evitados

Esses itens podem esconder o vírus mesmo higienizando corretamente o restante das mãos, por isso é preciso atenção

Publicado em 05/03/2020 às 06h00
Atualizado em 05/03/2020 às 15h01
Unhas compridas devem ser evitadas. Crédito: Reprodução/ Instagram
Unhas compridas devem ser evitadas. Crédito: Reprodução/ Instagram

Lavar as mãos é uma medida que ajuda na higiene e também a evitar muitas doenças, entre elas a própria Covid-19, provocada pelo novo coronavírus. A questão é que nas mãos também estão objetos como anéis, alianças e relógio e até o esmalte da unha  merecem nossa atenção no momento da limpeza, pois são superfícies que podem ficar impregnadas de microorganismo, como explica a  presidente do Conselho Regional de Enfermagem do Espírito Santo (Coren-es), Andressa Barcellos.

"Usamos anéis, aliança, pulseira e relógio e não temos hábito de limpar, a não ser os profissionais da saúde. Ao lavar as mãos, é preciso lavar também os punhos, tirar a aliança ou anel, lavar a parte interna, para que  não tenha contato com o objeto contaminado", orientou.

O ritual de lavar as mãos com água corrente e sabão  é algo acessível à maioria da população e pode conter a contaminação por diversas bactérias, vírus e  fungos, como afirma Andressa Barcellos. "Molhar as mãos, colocar sabão líquido ou em barra, e esfregar as palmas das mãos, a parte de cima delas, os punhos, os dedos, entre os polegares em especial. Não precisa ter um tempo definido, mas sim fazer a limpeza correta", pontuou. 

O esmalte e as unhas longas também são "atrativos" para os vírus. "Quando o esmalte começa a sair da unha, descamar,  aquela superfície irregular vira um ponto para os microorganismos, assim como adesivos e brilhantes. Já o espaço entre a unha e o sabugo do dedo é outro lugar para depósito de microorganismo", explicou Andressa.  

A presidente do Coren-ES reafirmou a importância da limpeza das mãos. "A gente tem que pensar que os desafios do controle são de todos. A lavagem das mãos é um ato simples, só precisa de água e sabão e consegue prevenir uma série de doenças", destacou.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.