ASSINE

Prefeito sanciona lei que cria auxílio emergencial municipal em Vitória

O valor total do auxílio, de R$ 900, será dividido em três parcelas e será pago para mais de 3,4 mil famílias

Publicado em 07/07/2020 às 07h42
Atualizado em 07/07/2020 às 09h44
Data: 02/01/2020 - ES - Vitória - Sede da Prefeitura Municipal de Vitória - Editoria: Política - GZ
Sede da Prefeitura Municipal de Vitória . Crédito: Carlos Alberto Silva

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende (Cidadania), sancionou, nessa segunda-feira (06), a lei que cria o auxílio emergencial municipal para ajudar moradores em situação de vulnerabilidade social na pandemia de coronavírus. Com a sanção, publicada no Diário Oficial de Vitória nesta terça-feira (07), a prefeitura tem um prazo de até 30 dias para regulamentar o benefício.

Aprovado na Câmara Municipal com unanimidade, o projeto é de autoria da própria Prefeitura de Vitória. O valor total do auxílio, de R$ 900, será dividido em três parcelas e será pago para mais de 3,4 mil famílias.

Segundo a prefeitura, o auxílio é para famílias já cadastradas no CadÚnico (cadastro do Governo Federal para programas sociais), com renda familiar de até R$ 520 por pessoa.

A equipe de Assistência Social, de acordo com a prefeitura, entrará em contato com as famílias que serão beneficiadas para a entrega do cartão, sem a necessidade de fazer novo cadastro. Com isso, o beneficiário não vai precisar procurar nenhum serviço da Prefeitura para se cadastrar.

Além de estar inscrito no CadÚnico e ter renda familiar de até meio salário mínimo (R$ 520) por pessoa, para ter acesso ao benefício da prefeitura o morador não pode ter recebido o auxílio emergencial do Governo Federal, não pode ter sido condenado por crime contra a administração pública e nem estar cumprindo pena em regime fechado.

Será concedido um benefício para cada família e o responsável familiar terá que assinar uma declaração afirmando o não recebimento do auxílio emergencial do Governo Federal

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.