ASSINE

Minha Casa Minha Vida: famílias em São Mateus esperam obras há 10 anos

Conjunto habitacional no bairro Aroeira já teve várias promessas para a conclusão das obras. Em fevereiro, a Caixa estimou o fim das obras para agosto, mas imóveis seguem sem uso

Publicado em 23/11/2020 às 19h49
Atualizado em 23/11/2020 às 20h04
Casas do conjunto habitacional em construção no bairro Aroeira, em São Mateus, vão beneficiar 463 famílias
Casas do conjunto habitacional em construção no bairro Aroeira, em São Mateus, vão beneficiar 463 famílias. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

Centenas de famílias estão há 10 anos esperando pela conclusão e entrega de casas de um conjunto habitacional com 463 casas no bairro Aroeira, em São Mateus, Norte do Espírito Santo. A obra é do programa Minha Casa Minha Vida, do governo federal, e foi iniciada em 2010. 

Em 2017, a reportagem de A Gazeta esteve no conjunto habitacional e relatou que as obras estavam atrasadas. Na ocasião, dados do Ministério das Cidades davam conta de que 81,25% das obras no local estavam prontas. O valor contratado para o conjunto foi de R$ 25 milhões.

Famílias candidatas a morar no local reclamam que já receberam promessas para a entrega das casas, mas que os prazos não foram cumpridos. Em fevereiro deste ano, a Caixa Econômica Federal informou que a entrega das casas estava prevista para agosto, mas até o momento os futuros moradores não receberam nenhuma confirmação.

Este vídeo pode te interessar

O cadastro das famílias que têm interesse de morar no conjunto foi feito pela prefeitura da cidade e a aprovação final é feita pela Caixa. A secretária de Assistência Social de São Mateus, Marinalva Broedel, afirmou que o município já repassou para o banco a ficha de cadastro dos candidatos, mas ainda não houve um parecer final.

“Nós fazemos o processo de porta de entrada, de cadastramento, mas a gente não tem nenhuma informação oficial sobre o prazo de entrega. Apesar de a gente cobrar isso por e-mail e também por telefone, solicitando as informações, oficialmente não tem chegado informações. Os processos de averiguação ficaram parados por muito tempo, depois fizemos o recadastramento das famílias. Todos os dossiês foram encaminhados para a Caixa Econômica Federal, que faz a avaliação dos processos encaminhados”, explicou a secretária.

"Em 2018 eles fizeram outra listagem, chamaram o pessoal para fazer o recadastramento e até hoje nada. Só fizemos aquele e mais nada”, reclamou Fabiana de Souza Rodrigues de Assis, uma das pessoas que aguarda pela conclusão das obras.

Famílias de São Mateus estão esperando conclusão de casas do Minha Casa Minha Vida há 10 anos
Famílias de São Mateus estão esperando conclusão de casas do Minha Casa Minha Vida há 10 anos. Crédito: Reprodução / TV Gazeta

Outra pessoa que também espera pela solução do problema é a auxiliar de serviços gerais Maria de Fátima dos Reis. "Em janeiro as casas já estavam prontas, só faltava colocar água, luz e [a ligação de] esgoto. Estava tudo pronto e até agora não entregaram. Eu estou desempregada, precisando da casa e ninguém fala nada", reclamou.

A Caixa Econômica Federal foi procurada na manhã desta quinta-feira (23) para prestar esclarecimento sobre a entrega das casas do conjunto habitacional em São Mateus e do motivo do atraso. Assim que houver um posicionamento essa matéria será atualizada.

* Com informações da TV Gazeta Norte

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.