ASSINE

Marcopolo dá férias coletivas para 500 funcionários no ES

Empresa de fabricação de veículos instalada em São Mateus, no Norte capixaba, anunciou a medida aos acionistas nesta quinta-feira (19)

Publicado em 19/03/2020 às 12h00
Atualizado em 19/03/2020 às 14h36
Marcopolo/Volare: unidade de São Mateus . Crédito: Marcopolo/Divulgação
Marcopolo/Volare: unidade de São Mateus . Crédito: Marcopolo/Divulgação

Marcopolo, dona da marca Volare, anunciou que vai dar férias coletivas para os 500 funcionários que trabalham na unidade de São Mateus, no Norte do Espírito Santo. A empresa de fabricação de veículos não é a primeira empresa do Estado a adotar a medida como precaução à disseminação do coronavírus (Covid-19). Outras companhias no Estado também estão adotando o mecanismo neste período em que será preciso parar a produção.

O comunicado foi feito ao mercado na manhã desta quinta-feira (19). Segundo o texto, a partir da próxima segunda-feira (23), todas as unidades localizadas no Brasil terão férias coletivas com duração de 20 dias. A medida foi tomada em atenção às ações de prevenção e combate ao Covid-19. Ainda segundo a empresa, informações adicionais serão compartilhadas quando houver necessidade e/ou mudança de cenário.

Marcopolo

comunicado ao mercado

"A adoção de férias coletivas pressupõe a paralisação das atividades fabris e administrativas, com restrição de acesso às unidades da companhia. A decisão faz parte de uma série de ações preventivas adotadas pela companhia para mitigar o risco de contaminação e preservar a saúde de seus colaboradores, familiares e das comunidades em que está presente"

 Empresas Randon, localizada em Linhares, também já optou por adotar regime de férias seletivas e/ou coletivas – podendo variar conforme a unidade de negócio e a região em que está localizada - porém, com data de início a ser definida nos próximos dias. Além disso, essas unidades que estiverem em férias seletivas ampliarão o uso de home office, para ter o mínimo necessário de profissionais no mesmo ambiente de trabalho. Os detalhes desta decisão serão comunicados nos próximos dias.

"A Marcopolo e as Empresas Randon entendem que o momento é de cuidado e comprometimento com a saúde e o bem-estar de seus colaboradores, familiares e das comunidades em que estão presentes, além de ter o compromisso de fazer o possível para que se mantenha a sustentabilidade econômica local e global", explicou no comunicado.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.