ASSINE

INSS adia para 24 de agosto reabertura de agências; serviço continua virtual

Retorno gradual das atividades presenciais estava previsto para a próxima segunda-feira. Mas serviços podem ser feitos pela Internet. Entenda

Publicado em 29/07/2020 às 13h11
INSS estabeleceu regras para antecipação de benefícios àqueles que aguardam na fila
INSS estabeleceu regras para antecipação de benefícios àqueles que aguardam na fila. Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Instituto Nacional de Seguro Social (INSS) vai adiar novamente o retorno gradual das atividades presenciais. Previsto para iniciar no dia 3 de agosto, na próxima segunda-feira, a volta do atendimento nas agências foi postergado para o dia 24 do próximo mês.

Com isso, o atendimento do órgão continuará virtual, sendo feito pelo aplicativo ou pelo site Meu INSS. O app tem versão para Android e para IOS.

O adiamento foi publicado nesta quarta-feira (29) no Diário Oficial da União. A portaria 36, com essas definições, foi assinada pela Secretaria Especial de Previdência e Trabalho e do INSS.

Os trabalhadores que são segurados pelo órgão, além dos atuais usuários atendidos por aposentadoria, pensão, auxílio-doença e licença-maternidade, podem ligar para o telefone 135 para pedir informações ou dar entrada em algum pedido.

O atendimento nas agências do INSS foi suspenso por causa da pandemia do novo coronavírus. Na volta das atividades presenciais, serão priorizados os atendimentos de perícia médica, avaliação social, cumprimento de exigência, justificação administrativa e reabilitação profissional.

COMO USAR O MEU INSS PARA PEDIR BENEFÍCIOS

  • O seguro do INSS, para acessar aos canais virtuais do órgão, precisará, antes de mais nada, se cadastrar na central de serviços do governo. O cadastro pode ser feito no site meu inss.gov.br.
  • Para realizar o cadastro, é preciso informar o nome completo, CPF, além de outros dados pessoais. Por segurança, o sistema do governo faz algumas perguntas ao usuário para identificar se é ele mesmo se cadastrando. Entre as questões realizadas, estão dados sobre a mãe do segurado, além de informações de contribuição à Previdência.
  • Após responder as questões feitas pelo INSS, o trabalhador terá que receber um código de validação, enviado ou por e-mail ou como mensagens SMS. 
  • O trabalhador terá que cadastrar uma senha provisória. Depois, ao acessar o programa, o órgão pede que seja feita uma senha definitiva que deverá ter no mínimo 9 caracteres, ao menos uma letra maiúscula, ao menos  uma letra minúscula, além de número. Podem ser usados também caracteres especiais.
  • Após concluir o cadastro, o trabalhador fica apto a usar o Meu INSS. É possível dar entrada em qual pedido de benefício.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.