ASSINE

Esquema no ES criava idosos fictícios para sacar benefício do INSS

Esquema montado desvia recursos do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social (BPC) para pessoas que não têm direito ao recurso

Publicado em 25/02/2021 às 15h31
Atualizado em 25/02/2021 às 15h31
Sede da Polícia Federal em Vila Velha
Polícia Federal desarticula esquema ilegal de recebimento de benefícios do INSS. Crédito: Carlos Alberto Silva

Polícia Federal deflagrou  em São Mateus, no Norte do Espírito Santo, nesta quinta-feira (25), a Operação Hydra, que tem por objetivo desarticular um esquema montado para obtenção fraudulenta do Benefício de Prestação Continuada da Assistência Social. O recurso tem a finalidade de ser o sustento de idosos com mais de 65 anos (LOAS) pobres e sem renda. A ação contou com a participação de 23 policiais federais.

Os envolvidos no esquema criminoso produziam documentos de pessoas com mais de 65 anos, para que idosos envolvidos na fraude, e se passando por esses personagens fictícios, comparecessem ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e requeressem os benefícios assistenciais.

A investigação da Polícia Federal teve início em setembro de 2019 e revelou que a fraude vem ocorrendo, ao menos, desde 2013, o que pode ter gerado um prejuízo aos cofres públicos de mais de R$ 1 milhão.

Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Montanha e Mucurici, no Norte do Espírito Santo, e Nanuque, em Minas Gerais. 

Segundo a Polícia Federal, o nome da operação se refere à Hydra de Lerna, monstro da mitologia grega que possuía várias cabeças, assim, como faziam os investigados, criando vários falsos idosos.

CRIMES INVESTIGADOS

Os envolvidos são investigados pelas práticas de crimes de estelionato majorado (art. 171, § 3º, do Código Penal) e lavagem de dinheiro (art. 1º da Lei nº 9.613/1998), cujas penas totais ultrapassam os 15 anos de reclusão.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.