ASSINE

ES libera cartão com até R$ 3 mil, financiamento e FGTS para vítimas das chuvas

Serão três linhas de financiamento com juro especial pela Selic e cartão do Banestes para moradores com renda de até três salários mínimos que comprovarem prejuízos

Publicado em 21/01/2020 às 16h53
Atualizado em 21/01/2020 às 23h09
Cenário de lama e destruição em Iconha após as chuvas. Crédito: Luciana Pessanha Tavares
Cenário de lama e destruição em Iconha após as chuvas. Crédito: Luciana Pessanha Tavares

O governo do Espírito Santo anunciou na tarde desta terça-feira (21) um amplo pacote de medidas econômicas para dar apoio aos capixabas que foram afetados pelas fortes chuvas atingiram o Sul do Estado. O programa de reconstrução terá desde financiamento com juro baixo pelo Banestes, cartão com até R$ 3 mil de saldo para moradores de baixa renda e até liberação de saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

As medidas foram anunciadas pelo governador Renato Casagrande. O cartão reconstrução terá valor de até R$ 3 mil e será feito pelo Banestes. Terão direito os moradores com renda de até três salários mínimos e que estão inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) de benefícios sociais do governo federal. A liberação será mediante a apresentação de documento do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil atestando que de fato a localidade foi atingida pela chuva.

Não se trata de empréstimo, e sim uma espécie de doação do Estado. O saldo do cartão poderá ser usado para compra de material de construção, móveis e eletrodomésticos. O dinheiro virá do Fundo de Reserva de Contingência do governo do Estado.

Já os financiamentos terão os juros da taxa Selic, hoje em 4,5% ao ano, com carência de 12 meses a até 48 meses para pagar. As pessoas físicas atingidas que ganham de três a seis salários poderão tomar empréstimos de até R$ 20 mil. Esse financiamento também poderá atender a microempresas - que são as que faturam até R$ 360 mil por ano.

Já pequenas empresas - que faturam entre R$ 360 mil e R$ 4,8 milhões por ano - terão limite de até R$ 30 mil financiados pelo Banestes. O mesmo valerá para pessoas físicas com renda superior a seis salários mínimos.

O governo também anunciou que será possível a liberação para saque do FGTS pela Caixa, a partir da situação de calamidade pública que foi decretada para alguns municípios.

COBRANÇA DE CONSIGNADOS SUSPENSOS E ISENÇÃO DE ICMS

Outro benefício que o governo do Estado dará será a suspensão da cobrança de ICMS de produtos e mercadorias que forem doados por empresas para entidades que ajudem na região afetada.

O Banestes também vai suspender a cobrança de empréstimos consignados por 12 meses para clientes que foram afetados e tiveram prejuízos com as chuvas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.