ASSINE

Cesan mantém investimentos de R$ 500 mi e obras devem gerar 250 vagas

Cerca de R$ 330 milhões serão investidos na ampliação do fornecimento de água no ES ainda este ano. Obras de esgotamento sanitário começam no segundo semestre

Publicado em 28/05/2020 às 06h00
Atualizado em 28/05/2020 às 08h40
Cesan prevê obras de ampliação de rede de esgoto em Cariacica e Viana
Cesan prevê obras de ampliação de rede de esgoto em Cariacica e Viana. Crédito: Divulgação

A Companhia Espírito Santense de Saneamento (Cesan) pretende investir pelo menos R$ 500 milhões na ampliação e manutenção dos sistemas de água e esgoto no Espírito Santo. Segundo o órgão, mesmo com a pandemia do novo coronavírus, o planejamento de investimentos para este ano está mantido.

Entre as intervenções previstas estão as obras de esgotamento sanitário em bairros de Viana e Cariacica, que devem gerar 250 vagas de emprego já a partir do segundo semestre deste ano.

Ao todo, os investimentos nesses dois municípios somam R$ 180 milhões e vão atender 23 bairros, beneficiando 75 mil moradores. A obra faz parte do Programa de Gestão Integrada das Águas e da Paisagem, e é financiada pelo Banco Mundial. O prazo de execução é de 46 meses, com entrega prevista para o ano de 2022.

Os bairros contemplados em Cariacica serão: Nova Rosa da Penha, Tiradentes, Campina Grande, Jardim Campo Grande, Santa Paula, Vista Linda, Caçaroca, Alzira Ramos, Porto de Cariacica, Vila Merlo, Cariacica Sede, Rio Marinho, Santa Bárbara, Parque Gramado, Santo André, Padre Gabriel, Jardim Botânico, Bela Vista e Vila Capixaba. Já em Viana,  serão beneficiados os bairros Marcílio de Noronha, Canaã, Primavera e parte de Areinha.

Em Viana, o processo entrará em fase de consulta pública, etapa que precede a obra que deve começar no mês de julho.

Cariacica também está com as etapas administrativas em andamento, com previsão de início das obras em setembro.

Quem se interessar pelos postos de trabalho deve contatar a vencedora da licitação, que foi o consórcio ECS Cariacica, formado pelas empresas de engenharia Engeform, CTL e Sahliah.

Ainda há previsão de investimento de R$ 335 milhões em infraestrutura, com obras de melhorias e ampliações dos sistemas de água. A Companhia, contudo, não detalhou as intervenções que devem ser feitas nem os locais. A Cesan atua em 52 dos 78 municípios do Espírito Santo.

Investimentos em saneamento básico são considerados prioritários para especialistas, principalmente neste momento de pandemia. Muitos dos cuidados de prevenção contra o novo coronavírus exigem acesso ilimitado e constante a água potável e a rede de esgoto.

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), em 2019, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 80 mil capixabas ligados à rede de abastecimento não recebiam água tratada todos os dias. Outros 260 mil habitantes das zonas urbanas nem sequer tinha acesso à rede.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Cesan água

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.