ASSINE

Caixa antecipa 2ª parcela de auxílio, mas muita gente não recebeu a 1ª

Apesar da Caixa começar a liberar o segundo lote do auxílio emergencial, usuários reclamam que não conseguem acessar aplicativo para fazer o cadastro  e receber dinheiro

Publicado em 22/04/2020 às 19h14
Atualizado em 22/04/2020 às 19h25
Fila da Caixa, no Centro de Linhares
Moradores fizeram fila em frente a agência da Caixa em Linhares. Crédito: Eduardo Dias

A Caixa Econômica Federal anunciou que vai antecipar o pagamento da segunda parcela do Auxílio Emergencial de R$ 600, mas muita gente ainda está com dificuldade de receber o dinheiro referente à primeira parte do benefício.

O pagamento começou nesta quarta-feira (22) para os beneficiários elegíveis do Cadastro Único e para os que se inscreveram no aplicativo ou no site auxilio.caixa.gov.br.

Usuários relatam, no entanto, que não conseguem realizar o cadastro no Caixa Tem e fazer o resgate do dinheiro. Segundo eles, o aplicativo não carrega, desperdiça tempo e deixa os beneficiários ansiosos.

Quem precisou abrir uma poupança social digital para receber o auxílio de R$ 600 do governo federal também reclamou que tem dificuldade de acessar o aplicativo para fazer a transferência do dinheiro.

Por meio de nota, a Caixa informou que o aplicativo Caixa Tem deve ser utilizado para acesso à Poupança Social Digital, sendo possível realizar consultas, transferências e pagamentos diversos (água, luz, telefone etc.).

“O banco observou que diversos usuários que não têm direito ao Auxílio Emergencial estão acessando o App sem necessidade, gerando uma demanda adicional”, diz a nota. Ainda de acordo com a instituição, a ferramenta registrou, em um só dia, mais de 10 milhões de transações e que o aplicativo está disponível 24 horas, pelos sete dias da semana.

Durante o dia de ontem, foram registradas filas em diversas agências do banco na Grande Vitória e no interior. As pessoas que vão procurar atendimento acabam não respeitando o distanciamento obrigatório, causando aglomerações.

A Caixa esclareceu que não é necessária corrida às agências ou casas lotéricas para cadastramento, consulta ou saque do Auxílio Emergencial. O acompanhamento da solicitação está disponível somente por site ou aplicativo ou ainda pela central telefônica exclusiva 111. É possível conferir, inclusive, se o cadastro para receber o benefício foi aprovado.

O banco informou que para os trabalhadores aptos a receberem o Auxílio Emergencial foi aberta automaticamente a Poupança Digital Caixa. Quem receber o crédito por esta conta pode, por exemplo, pagar boletos e contas de água, luz, telefone, entre outras.

Na data prevista para início do saque em espécie, o cliente terá esta opção habilitada no aplicativo Caixa Tem. O beneficiário deve informar o valor a ser retirado e, com isso, será gerado um código autorizador para saque nos caixas eletrônicos e casas lotéricas.

ATUALIZAÇÃO

O aplicativo de cadastro para o Auxílio Emergencial foi atualizado pela Dataprev recentemente. Com isso, há a possibilidade de nova solicitação ou contestação do resultado da análise feita pela instituição.

Em entrevista coletiva no início da semana, a Dataprev destacou alguns motivos que podem gerar a inconclusão do cadastro. Os casos mais comuns são: marcação como chefe de família sem indicação de nenhum membro; falta de inserção da informação de sexo; inserção incorreta de dados de membro da família, tais como CPF e data de nascimento; divergência de cadastramento entre membros da mesma família; e inclusão de alguma pessoa da família com indicativo de óbito.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.