ASSINE

Voluntários entregam mais de 22 toneladas de alimentos na Grande Vitória

Nesta quarta-feira (01), os voluntários estiveram presentes na Piedade, em Vitória, e distribuíram, além das cestas básicas, marmitas e outros produtos

Publicado em 01/07/2020 às 18h10
Atualizado em 01/07/2020 às 18h10
Grupo de voluntários já entregou mais de 22 toneladas de alimentos na Grande Vitória durante a pandemia
Grupo de voluntários já entregou mais de 22 toneladas de alimentos na Grande Vitória durante a pandemia. Crédito: Voluntários Solidários ES

Um grupo de voluntários, chamado de "Voluntários Solidários ES", vem entregando há quatro meses, em comunidades na Grande Vitória, itens como cestas básicas, kits de higiene e limpeza, leite, biscoitos e peixes para famílias em situação de vulnerabilidade. Neste período de pandemia do novo coronavírus, já foram entregues mais de 22 toneladas de alimentos. Dentre os coordenadores do projeto estão o subtenente da Polícia Militar, Marcílio Suhett, e o empresário do ramo de eventos, Ronaldo Gomes.

Nesta quarta-feira (01), os voluntários estiveram presentes na Piedade, em Vitória, e distribuíram, além das cestas básicas, marmitas e outros produtos, 500 quilos de peixe. De acordo com os organizadores, tudo foi arrecadado por meio de doações. "A gente já atuou nas comunidades levando entretenimento, nossas atividades não eram com alimentos, mas, durante a pandemia, como temos contatos com a comunidade, pessoas nos procuraram para pedir ajuda. Nós, fomos tocados no coração para fazer alguma coisa", disse Ronaldo.

O empresário contou que, no primeiro dia de distribuição das cestas, ele deslocou um trio elétrico, junto ao carro de uso pessoal, e foi fazer coleta porta a porta nas casas de quem podia doar, dentre moradores do bairro Jabour, na Capital. "Procuro sempre dar uma palavra motivacional, já que as pessoas ficam desesperadas em casa, com medo de morrer da Covid-19. Todos abriam as portas e traziam quilos de arroz e de outros alimentos e iam colocando no carro. Andamos umas seis ou sete ruas e, com 3 horas, coletamos 1,5 tonelada de comida, não tinha mais onde colocar", contou.

Já de acordo com Suhett, a equipe é formada por 8 pessoas, sendo empresários, militares e estudantes. "Nós realizamos ações solidárias em bairros da Grande Vitória, após cadastro de famílias necessitadas. O grupo já atua há mais de cinco anos em ações sociais, mas com a pandemia intensificamos as ações solidárias. Nossa ação consiste na arrecadação de alimentos com manifesto nas ruas. Fazemos as cestas básicas que doamos, doamos também kits de higiene e limpeza, marmitex e peixes", explicou o subtenente.

Grupo de voluntários já entregou mais de 22 toneladas de alimentos na Grande Vitória durante a pandemia
Os voluntários organizam as cestas que serão distribuídas. Crédito: Voluntários Solidários ES

O OBJETIVO

Para Gomes, a ideia por trás da ação social que vem sendo desenvolvida é a de produzir dias melhores. "Nós esperamos, pela oportunidade que temos, produzir dias melhores. Se pudermos potencializar amor e caridade, estamos nos preparando para o dia de amanhã. Isso faz com que sejamos seres humanos melhores. Eu nunca imaginei passar pela situação mundial que estamos vivendo, mas a pandemia está aí, então vamos produzir vida por meio da solidariedade", afirmou.

Ronaldo Gomes

Empresário

"Para quem tem muito, que divida um pouco, e para quem tem pouco, que possa dar um pouquinho a quem nada tem. Eu acho que não adianta eu ter tudo, ter luxo e ver gente que não tem nada. Já cheguei em casas em que a pessoa chorou dizendo que Deus ouviu a oração dela. Eram pessoas sem nada no armário. Queremos dias melhores, essa é nossa proposta. A pandemia nos diz alguma coisa: há desigualdade humana, mas nós somos ferramentas a potencializar a solidariedade"

Para o militar, o objetivo do projeto é ajudar famílias necessitadas. "Ajudamos o próximo sem medir esforços e através de nossas ações potencializamos e despertamos corações solidários. Não tem como descrever o que significa para nós, é maravilhoso servir e ajudar, todos deveriam praticar a solidariedade, isso é o que nos torna humanos".

Grupo de voluntários já entregou mais de 22 toneladas de alimentos na Grande Vitória durante a pandemia
O grupo de voluntários reunido. Crédito: Voluntários Solidários ES

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.