ASSINE

Você sabe onde denunciar violência contra criança no ES? Veja a lista

Uma ligação ou um email podem ajudar a salvar crianças e adolescentes de vítimas de abusos sexuais e outras violências

Vila velha
Denúncias anônimas ajudam crianças e adolescentes vítimas. Crédito: Reprodução

Uma alternativa para que abusos sexuais e agressões contra crianças e adolescentes cheguem até o conhecimento da polícia, assistência social e assistência de saúde, é a denúncia.  Esses crimes absurdos acontecem em lares de meninos e meninas, principal empecilho para que as autoridades possam ajudar essas vítimas. 

Ferramentas como o Disque-Denúncia 181, que atende 24 horas em todo o Espírito Santo, se tornam um reforço nessa batalha em proteger os pequenos capixabas de violências. Junto ao site www.disquedenuncia181.es.gov.br, a plataforma do 181 reuniu 679 denúncias de abusos sexuais contra crianças e adolescente somente em 2020. Esse ano, o número já está em 292 registros. 

"O Disque-denúncias é uma ferramenta que a população capixaba conhece e confia. Por meio dele chegam denúncias de delitos de todos os tipos, como tráfico de drogas, esconderijo de criminosos e também abusos contra crianças e adolescentes.", explicou o delegado Paulo Expedito Amaral, gerente do Disque-denúncia 181.

Neste último caso, o crime raramente tem testemunhas, é praticado em ambiente domésticos e a vítima coabita com o autor.  "Ele tem consciência do caráter ilícito da conduta e tenta esconder. Por isso precisamos estar atentos aos sinais emocionais das crianças. A qualquer sinal de aparente abuso, é necessário denunciar tanto para evitar que a situação se perpetue ou se consuma",  contou Expedito. 

ANONIMATO

O denunciante não precisa dar nome ou qualquer identificação via telefone. Porém, quanto mais detalhes tiver, mais ajudará a polícia. "As situações que lidamos são as mais diversas. Já recebemos uma denúncia de vizinho de uma casa onde estava um homem e a filha apenas, e ele via preservativos em cima da cama. Repassamos a situação para os conselheiros tutelares que foram ao local e descobriram que as três filhas eram violentadas pelo pai", exemplifica o delegado. 

Atrás da linha que atende ou que lê o email com a denúncia, há recursos como Polícias Civil Militar, conselhos tutelares e até assistência para averiguar as denúncias e cessar a ilegalidade.  "A criança deve ter proteção integral, por isso há uma mobilidade de uma rede de contatos para dar o melhor tratamento possível", pontuou Paulo Expedito. 

governo federal possui o Disque Direitos Humanos, que é o Disque 100 que também recebe denúncias de todo o país e que são repassadas depois para a Secretaria de Segurança de cada estado. 

VEJA ONDE DENUNCIAR NA GRANDE VITÓRIA

A responsabilidade de proteger crianças e adolescente é de todos, incluindo pais, sociedade e o Estado. Quando na esfera municipal, cada cidade se organiza para cuidar da infância dos seus moradores. Se você também quer colaborar, veja quais os contatos e endereços disponíveis nas cidades de VitóriaVila VelhaCariacicaViana e Serra.  

  •  VILA VELHA
  • Ouvidoria Municipal:  162
  • Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Centro. Telefones: 3388-4054/3139-9159/3239-4965
  • Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), Alvorada. Telefones: 3229-0981/3239-3833/3391-6945
  • Unidades de Saúde dos bairros 
  • Conselhos Tutelares Vila Velha
  • Conselho Tutelar de Vila Velha. Telefone Plantão: 99892-2714
  • Conselho Tutelar –Região 1 – 3388-4271
  • Conselho Tutelar –Região 3 – 3226-6710
  • Conselho Tutelar –Região 4- 3326-5523
  • Conselho Tutelar –Região 5- 3244 4815
  • VIANA
  • Centro de Referência de Assistência Social de Viana (CREAS): 3344-1588 / (27) 99786-4719
  • Conselho Tutelar de Viana: (27) 99818-4446 / 3336-2254.
  • CARIACICA
  • Conselho Tutelar – Região I - 3346-6327/98818-4538
  • Conselho Tutelar – Região II - 3284-4929/8819-2886
  • Conselho Tutelar – Região III - 3346-6314/8818-4330
  • Conselho Tutelar – Região IV - 3388-1377/ 8818-5302
  • SERRA
  • Conselho Tutelar Regional I - Rua Vicente de Carvalho, 74, Parque Residencial Laranjeiras - (27) 3328-7128 - (27) 99626-1311
  • Conselho Tutelar Regional II - Rua CD, nº 10 – Qd. 25, Manoel Plaza - (27) 3328-1899 - (27) 99869-2891
  • Conselho Tutelar Regional III - Rua Belém, nº 178, Qd. 30, Jacaraípe  - (27) 3252-7022 - (27) 99881-9287
  • Conselho Tutelar Regional VI - Rua Floriano Peixoto nº 105, São Judas Tadeu - (27) 3291-4854 - (27) 99878-8826
  • Plantão do Conselho Tutelar aos finais de semana e feriados - (27) 99849-6245
  • VITÓRIA
  • Conselhos Tutelares
  • Região Centro: 98818-4435 e 98875-1705;
  • Região Continental: 99941-8202 e 99766-6236;
  • Região Maruípe: 98818-4511 e 98818-4524;
  • telefones de plantão, 24 horas por dia, incluindo finais de semana e feriados.

POLÍCIA CIVIL

Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) 

Este vídeo pode te interessar

  • Atendimento: segunda a sexta, das 8 às 18 horas
  • Endereço: Rua Lisandro Nicoletti, em Jucutuquara, Vitória.  
  • Telefone: (027) 3132-1916 / (27) 3132-1917 
  • E-mail: [email protected]

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.