ASSINE

Vídeo: rua vira rio com correnteza após chuva em Mimoso do Sul

Município recebeu cerca de 45 milímetros de precipitação em 24 horas; moradores de Café Moca ficaram isolados

Tempo de leitura: 2min
Vitória
Publicado em 01/12/2021 às 09h45

As imagens de como Mimoso do Sul, no Sul do Espírito Santo, ficou após as fortes chuvas desta terça-feira (30) são impressionantes. No vídeo acima, uma rua do município desaparece, dando lugar praticamente a um rio com correnteza, tamanha a quantidade de água que a região recebeu.

De acordo com o boletim extraordinário divulgado na manhã desta quarta-feira (1º) pela Defesa Civil Estadual, foram 45 milímetros de precipitação em apenas 24 horas. Em outra gravação, um homem mostra as ruas do distrito de São José das Torres alagadas, depois de apenas dez minutos de chuva.

Conforme apurado pela TV Gazeta Sul, moradores de Café Moca ficaram isolados por causa da queda de uma barreira. Além disso, parte do muro do Estádio Independente caiu e a ponte que dá acesso a ele ficou com o calçamento danificado, assim como a Rua Berlando Nadi, uma das principais da cidade.

Devido ao alagamento em uma casa de repouso no bairro Serra, pessoas com deficiência precisaram ser transferidas para outro lar de longa permanência, que fica no Centro do município. Duas famílias, que totalizam quatro pessoas, também ficaram desalojadas: uma no bairro Funil e outra na Serra.

Em um vídeo recebido pela equipe da TV Gazeta Sul, uma avenida também aparece tomada pela água. Alguns motociclistas aguardam na calçada, enquanto outros motoristas se arriscam com o carro em meio ao alagamento. Na gravação, o telespectador até brinca sobre Mimoso do Sul ter praia.

Em entrevista à TV Gazeta Sul, o prefeito Peter Costa afirmou que a situação mais crítica é a da zona rural. "Tiveram interdições em algumas estradas e muitas pontes caíram. Há comunidades que estão sem acesso e barrancos caíram em cima de casas. Graças a Deus, não registramos nenhuma morte", disse.

Vale destacar que, na manhã desta quarta-feira (1º), equipes da prefeitura já estavam na localidade de Café Moca para desobstruir o acesso à região. A Defesa Civil municipal e o Corpo de Bombeiros também iriam percorrer a zona rural do município para contabilizar outros prejuízos.

MAIS UMA MADRUGADA DE PREJUÍZOS

Moradora da Rua Doutor José Pedro Santos, a cabeleireira Oni Calil precisou passar parte da madrugada acordada, limpando a casa e contabilizando os prejuízos gerados pela chuva dessa terça-feira (30). Segundo ela, esta é a segunda vez neste ano em que uma enxurrada atinge a residência.

Oni Calil

Cabeleireira

"A gente está dentro de casa distraído e é surpreendido com a enxurrada entrando. Fiquei até as 2h fazendo limpeza. Subi com ventilador e coisas leves, o resto não dá, não dá tempo de subir mais nada"

Madrugada de prejuízo em Mimoso do Sul

A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul. Thales Rodrigues
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul. Thales Rodrigues
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul. Thales Rodrigues
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul. Thales Rodrigues
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul. Thales Rodrigues
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul
A cabeleireira Oni Calil teve a casa alagada pela enxurrada em Mimoso do Sul

Sobre a situação enfrentada no local, o prefeito afirmou que o projeto para uma nova drenagem já está com o governo estadual e que a obra deve começar entre fevereiro e março do ano que vem. "A nossa atual é muito antiga e não suporta as chuvas que vem aumentando cada vez mais", admitiu Peter Costa.

Atualização

1 de Fevereiro de 2021 às 13:00

Inicialmente, a informação passada pela Defesa Civil era de que idosos de uma casa de repouso precisaram ser remanejados devido a um alagamento. No entanto, a instituição de longa permanência abrigava pessoas com deficiência. O texto foi atualizado.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Chuva no ES Mimoso do Sul defesa civil ES Sul

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.