ASSINE

Sesa diz que ainda não há previsão de receber pacientes do Mato Grosso do Sul

Por meio de nota, o governo do ES confirmou que houve contato telefônico entre as secretarias de Saúde dos dois Estados para tratar da possibilidade de acolhimento de pacientes graves

Leitos leitos exclusivos para o atendimento de pacientes com novo Coronavírus (Covid-19) no Hospital Estadual Dório Silva, na Serra.
Leitos exclusivos para o atendimento de pacientes com Covid-19 no Hospital Estadual Dório Silva, na Serra. Crédito: Secom-ES/Divulgação

Os governos do Mato Grosso do Sul e do Espírito Santo discutem a transferência de 10 a 20 pacientes com Covid-19 do Estado do Centro-Oeste para leitos capixabas. A informação foi divulgada pelo secretário Estadual de Saúde do Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende. No entanto, a Secretaria Estadual de Saúde do Espírito Santo (Sesa) disse que ainda não há nada formalizado sobre essa possibilidade e que não possui previsão de receber esses doentes.

O sistema de saúde do Mato Grosso do Sul  está em estágio de colapso devido à superlotação de leitos de contaminados pelo coronavírus. A sobrecarga de doentes levou o Executivo a transferir um paciente para Rondônia, em avião próprio do governo estadual,  e discutir a proposta de outros nove pacientes para o Norte.  

Já em relação ao Espírito Santo, o secretário sul-mato-grossense disse que foi a secretaria capixaba quem ofereceu os leitos. "Recebemos a oferta do governo do Espírito Santo de que podemos usar imediatamente até 20 leitos. Vamos verificar todos os encaminhamentos e essa ajuda humanitária será de grande valia para nosso estado", pontuou. 

A assessoria de comunicação da pasta informou que não há ainda  definições de quais pacientes seriam transferidos, de qual localidade ou mesmo de que forma seria a transferência (quais aviões seriam utilizados). 

GOVERNO DO ESPÍRITO SANTO CONFIRMA CONTATO

Por meio de nota, o Governo do Espírito Santo confirmou que houve contato telefônico entre as secretarias de Saúde do Espírito Santo e do Mato Grosso do Sul para tratar da possibilidade de acolhimento de pacientes graves. 

No entanto, ressaltou que até o momento não recebeu nenhuma solicitação formal para que procedimentos de transferência fossem realizados. A Sesa observou que o Espírito Santo ainda vive um momento de recuperação da curva de casos e uma estabilização muito alta do número de pacientes internados com Covid-19 em Unidades de Tratamento Intensivo. 

Leia nota na íntegra:

"O Governo do Estado confirma que houve contato telefônico entre as secretarias de Saúde do Espírito Santo e do Mato Grosso do Sul para tratar da possibilidade de acolhimento de pacientes graves, devido ao colapso vivido pelo sistema de saúde daquela região que não está tendo condições de atender a todos os sul-mato-grossenses contaminados pela Covid-19. Até o presente momento não foi formalizada a solicitação de procedimento de transferência. Mas adiantamos que o Estado ainda vive um momento de recuperação da curva de casos e uma estabilização muito alta do número de pacientes internados em UTIs/Covid."

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.