ASSINE

Sesa contrata leitos de UTI em hospital de funcionários públicos em Vitória

O resumo do contrato, publicado nesta segunda-feira (1°) no Diário Oficial do Estado, indica que a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) vai pagar R$ 2,884 milhões mensais pela parceria, que tem previsão de durar três meses

Publicado em 01/06/2020 às 10h38
Atualizado em 01/06/2020 às 10h41
O hospital da Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo fica localizado na Cidade Alta, em Vitória
O hospital da Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo fica localizado na Cidade Alta, em Vitória. Crédito: Reprodução/ TV Gazeta

avanço do coronavírus no Espírito Santo levou a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) a firmar parceria com um novo hospital para ampliar o número de leitos do SUS na Grande Vitória.

A Sesa contratou 80 leitos, sendo 10 de UTI e 70 de enfermaria, no Hospital da Associação dos Funcionários Públicos do Espírito Santo, que fica localizado na Cidade Alta, em Vitória.

O resumo do contrato, publicado nesta segunda-feira (1º) no Diário Oficial do Estado, indica que a Sesa vai pagar R$ 2,884 milhões mensais pela parceria, que tem previsão de durar três meses.

Embora esses sejam leitos para atender a especialidade de ortopedia de média e alta complexidade, a medida pode ser importante para desafogar os hospitais que atendem casos de coronavírus na Grande Vitória.

Na região, que é a que concentra o maior número de casos e mortes por Covid-19, a taxa de ocupação de UTIs públicas para coronavírus subiu de 84,5% para 88,19% neste domingo (31). É a maior proporção entre as regiões do Estado, seguida pela região Norte (60,4% vagas de UTI ocupadas).

Em todo o Espírito Santo, 80,23% dos leitos do SUS exclusivos para a doença estão ocupados. Já os leitos de enfermaria, destinados a pacientes com quadro menos grave, mas que necessitam ficar internados e em isolamento, estão com taxa de ocupação em 68,21% na rede pública estadual. São 604 vagas, sendo 412 preenchidas. A região com menos vagas em enfermarias é a Norte, cuja ocupação chegou a 72,93%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.