ASSINE

Seca expõe bancos de areia gigantes no Rio Doce em Colatina

Com o nível baixo do rio e o calor que aumentou nos últimos dias, aumenta a preocupação com o abastecimento de água no município

Publicado em 06/10/2020 às 16h30
Bancos de Areia no Rio Doce em Colatina
Bancos de Areia no Rio Doce em Colatina . Crédito: TV Gazeta Noroeste | Reprodução

Com o avanço do período sem chuvas, o Rio Doce segue com o nível muito baixo em Colatina, no Noroeste do Espírito Santo. Com a situação, os bancos de areia estão cada vez mais aparentes e maiores ao longo do leito do rio.

A diminuição no volume do rio é possível de se verificar na régua da Agência Nacional de de Águas (ANA). No mês de agosto, uma reportagem de A Gazeta mostrou que o nível estava em 1 metro e 40 centímetros, valor já considerado muito baixo. Nesta terça-feira (6), a situação era ainda pior: o Rio Doce não passava de 1 metro e 20 centímetros.

Nível do Rio está com pouco mais de 1 metro e 20 centímetros
Nível do Rio está  não passa de  1 metro e 20 centímetros . Crédito: TV Gazeta Noroeste | Reprodução

ATENÇÃO  COM O ABASTECIMENTO

Com o nível baixo do rio e o calor que aumentou nos últimos dias, aumenta o alerta com o abastecimento de água no município. O Rio Doce é a única fonte de abastecimento da área urbana de Colatina.

Segundo o Serviço Colatinense de Saneamento Ambiental (Sanear), responsável pela gestão de água e esgoto no município, a queda do nível do rio é normal para época e acontece como um reflexo do clima.

A entidade reconheceu que já tem dificuldades para tirar a água do rio para tratar na altura de alguns bairros e já foi preciso abrir canais em bancos de areia para que a água chegasse até as bombas de captação. Entretanto, o diretor da instituição, Geraldo Avancini, garante que não vai faltar água na cidade, pela avaliação dele. A orientação é apenas para que a população não desperdice água.

“Em anos anteriores, a gente já trabalhou com o nível muito mais baixo, como no caso de 2019. No momento, a situação está controlada, mas nossas equipes monitoram a situação diariamente. Estamos em alerta”, explicou Avancini.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Colatina água clima colatina rio doce Saneamento Básico

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.