ASSINE

Prefeitura de Vitória decide interromper projeto Tendas do Bem

A secretaria de Assistência Social do município afirmou que o atendimento à população de rua será concentrado no Centro-Pop

Vitória
Publicado em 12/01/2021 às 21h57
Vitória
Nas "Tendas do Bem", os moradores de rua recebiam alimentação, materiais de higiene e acompanhamento psicológico. Crédito: Divulgação/Semas

Prefeitura de Vitória interrompeu o projeto Tendas do Bem, que fornecia serviços essenciais, como alimentação, higienização, acompanhamento psicológico dentre outros para a população de rua da Capital. A secretaria de Assistência Social do município, a partir deste ano, concentrará o atendimento às pessoas em situação de rua no Centro de Referência Especializado de Assistência Social para População de Rua (Centro-Pop), que fica no bairro Mário Cypreste, próximo ao Sambão do Povo.

A secretária de Assistência Social Cintya Schulz informou que a decisão de interromper o projeto não foi da atual gestão, que tomou posse no dia 1º de janeiro deste ano, mas aconteceu porque não foi possível reunir recursos para a continuação das Tendas do Bem. Ela garantiu, porém, que a prefeitura trabalha com a elaboração de novos projetos assistenciais para a população de rua.

"Nós temos, na proteção social especial, uma série de outros serviços. Essa população tem onde buscar alimentação, higienização e orientação e encaminhamento para esses serviços. O Centro-Pop não parou de fazer o atendimento. Lá, são três refeições ao dia, podem tomar banho e encaminhamento de trabalho para essa população", afirmou a secretária.

A secretária garantiu também que, a partir desta quarta-feira (13), agentes da secretaria de Assistência Social estarão em locais como a Praça do Papa, onde frequentemente era montada uma das Tendas do Bem, orientando as pessoas em situação de rua para que busquem o Centro-Pop.

"A partir de amanhã (13), a equipe vai estar nos locais onde era feita essa distribuição de alimentos, orientando as pessoas em situação de rua para as novas formas de buscar esse serviço. Eles teriam que buscar o Centro-Pop para essas necessidades, e outras pessoas em situação de rua que possuem outras necessidades - como encaminhamento para rede de saúde e até educação - também serão atendidas", explicou Cintya Schulz.

Para os próximos quatro anos, a secretária afirmou que haverá a elaboração de projetos de assistência social para a população de rua. Cintya Schulz informou, porém, que ainda estão em processo de estudos e elaboração e, portanto, mais detalhes ainda não podem ser divulgados.

SERVIÇO

  • Centro de Referência Especializado de Assistência Social para População de Rua (Centro-Pop):
    Local: bairro Mário Cypreste, próximo ao Sambão do Povo.
    Atendimento: todos os dias da semana, incluindo sábados, domingos e feriados.
    Horário: das 7h às 17h
    Serviços oferecidos: alimentação, higienização, acompanhamento psicológico e encaminhamento para as redes de saúde e educação.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.