ASSINE

Praias do Sul do ES serão fechadas durante a quarentena

Em Marataízes, polícia pode ser chamada para quem resistir à orientação de sair da praia, segundo a prefeitura

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 17/03/2021 às 19h03
mARATAÍZES
Marataízes, Litoral Sul do Estado. Crédito: Divulgação/PMM

Municípios que compõem o Litoral Sul do Espírito Santo proibiram o acesso das pessoas às praias durante os 14 dias de quarentena, que começa nesta quinta-feira (18) e vai até 31 de março. A medida acompanha as determinações do Governo do Estado para combate à pandemia de Covid-19.

Durante a tarde desta quarta-feira (17), Marataízes divulgou que está proibido frequentar as praias do balneário. Os quiosques também não podem funcionar, bem como banhistas e ambulantes que forem flagrados em alguma delas, serão orientados a se retirar. Os salva-vidas, de acordo com o município, vão pedir para as pessoas se retirarem e, caso alguém mostre resistência, a Polícia Militar ou Guarda Municipal deverão ser acionadas.

No município vizinho, Itapemirim, está suspenso o acesso aos bens públicos de uso comum e vão além das praias, incluindo a proibição das feiras dos produtores rurais e artesanais. Agentes da guarda municipal farão a fiscalização. O município também disse que pretende realizar barreiras sanitárias em pontos estratégicos.

No balneário de Anchieta, o fechamento das praias também é previsto. A informação divulgada pela assessoria de imprensa é de que nesta quarta-feira (17) e quinta-feira (18) acontecem reuniões envolvendo secretarias e entidades para traçar medidas em consonância às já estabelecidas pelo governo do Estado. Um novo decreto deve ser divulgado com as restrições locais e novas ações para enfrentamento à pandemia, segundo a prefeitura.

Em decreto, divulgado na tarde desta quarta-feira (17), o prefeito de Presidente Kennedy Dorlei Fontão, não proíbe o acesso, apenas recomenda que as pessoas não frequentem as praias neste período de quarentena.

Procurada pela reportagem, Piúma disse que está tomando medidas de combate ao coronavírus, mas não respondeu aos questionamentos até o fechamento da matéria.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.