Pontes destruídas e alerta para "grande enchente" após chuva no Sul do ES

A Região Sul do ES é uma das mais atingidas pelas chuvas das últimas horas. Em Castelo, as ruas já estão debaixo d'água e há risco de grandes enchentes

Vitória
Publicado em 10/12/2020 às 12h45
As fotos são da Prefeitura de Castelo
Município de Castelo registra alagamentos. Crédito: Prefeitura de Castelo

A Região Sul do Espírito Santo é uma das que mais está sofrendo com as fortes chuvas que atingem o Estado nas últimas horas. Em Castelo, ruas já estão debaixo d'água e há risco para grandes enchentes. Na cidade vizinha, Conceição do Castelo, o rio já transbordou e duas pontes foram destruídas. Já em Muniz Freire, houve inundações e a interdição da rodovia ES 181.

ENCHENTE EM CASTELO

Prefeitura de Castelo publica aviso de alerta vermelho
Prefeitura de Castelo publica aviso de alerta vermelho. Crédito: Reprodução/Instagram

Um dos municípios mais atingidos pela forte chuva no Sul do Estado é Castelo. A prefeitura do município divulgou um alerta vermelho para alagamentos logo no início desta quinta-feira (10). E a região registrou o alto nível do rio, que provocou uma enchente, horas depois. Moradores da região enviaram imagens das ruas da cidade já debaixo d'água. 

No site e nas redes sociais da prefeitura, o alerta: "Castelo em alerta vermelho. Se necessário, procure abrigo em seu bairro ou na casa de familiares. Proteja sua vida e de seus familiares. Em caso de emergência ligue 193", diz a mensagem.

Já a Defesa Civil do município, informou que, além do alerta para "grande enchente", há risco de queda de blocos, árvores e deslizamentos de encostas no perímetro urbano, ainda nesta quinta-feira (10). O nível do rio chegou a marca de “alerta geral” por volta das 7 horas desta quinta.

"Estamos em alerta vermelho para grande enchente. Proteja sua vida, seus familiares e amigos. Deus nos proteja. Se necessário, procure abrigo no seu bairro ou na casa de parentes. Estamos de plantão, telefone: 3542 -1770. Emergência, ligue 193", divulgou.

CHUVA DESTRÓI DUAS PONTES EM CONCEIÇÃO DO CASTELO

Já em Conceição do Castelo, a força da chuva elevou o Rio Castelo e destruiu duas pontes na zona rural, que fica em uma área de baixada, facilitando a inundação. De acordo com Marcel Oliveira, secretário de administração da prefeitura, as pontes destruídas eram da comunidade Monforte Frio.

"Nessa região, está intransitável. Inclusive, estamos pedindo que as pessoas fiquem em casa, em locais seguros. Na comunidade Monforte Quente, a ponte ainda não foi levada, mas a água passou por cima da estrutura e criou uma cratera na ponte", conta.

O secretário completou que na comunidade de Santo Antônio o rio alagou as ruas. Na região de Angá, barreiras caíram. Além disso, há registro de muitas árvores caídas na estrada que liga o Centro de Conceição do Castelo e a comunidade de Santo Antônio.  Ainda segundo Marcel, o rio ainda não registra grandes elevações na região central.

"Em caso de emergência, saia dos locais de risco e acione a Defesa Civil pelo 199 ou o Corpo de Bombeiros, pelo 193", diz o aviso da Defesa Civil em rede social. 

Forte chuva destruiu duas pontes em Conceição do Castelo
Forte chuva destruiu duas pontes em Conceição do Castelo. Crédito: Prefeitura de Conceição do Castelo

ALAGAMENTOS E INTERDIÇÕES EM MUNIZ FREIRE

Uma chuva forte que atingiu a cidade de Muniz Freire, no Sul do Espírito Santo, provocou alagamentos e a interdição da rodovia ES 181, que liga a sede do município ao distrito de Piaçu, na manhã desta quinta-feira (10). Um dos locais mais afetados é o distrito de Menino Jesus, que está isolado porque a água do rio transbordou por cima da ponte que dá acesso à comunidade.

Várias casas foram invadidas pela água, principalmente em distritos rurais da cidade. A chuva forte atingiu o município durante a madrugada e perdeu a intensidade pela manhã, mas ainda assim há ruas alagadas e residências debaixo d'água.

Não houve registros de pessoas feridas, mas a Defesa Civil Municipal foi acionada para resgatar um idoso acamado que está semi-ilhado no distrito de São Pedro. A Defesa Civil ainda não tem um balanço de desabrigados e desalojados.

"A Defesa Civil já fez um pré-abrigo, mas ainda não houve necessidade de transferir ninguém para lá", contou o coordenador da Defesa Civil de Muniz Freire, Marciano Salvador Areias.

Chuva provoca estragos em Muniz Freire
Chuva provoca estragos em Muniz Freire. Crédito: Foto do leitor

A rodovia ES 181 foi interditada no km 10 após o rompimento de uma galeria. Não há uma previsão de liberação da pista.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.