ASSINE

Pastor morre após sofrer AVC durante culto em igreja de Cachoeiro

Geter da Silva, de 48 anos, cantava no palco da Igreja Só o Senhor é Deus, quando passou mal e foi socorrido para um hospital no domingo (17). Ele  faleceu nesta terça (19)

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 20/10/2021 às 17h49
Pastor sofre AVC durante culto em Cachoeiro de Itapemirim
Pastor sofreu AVC durante culto em Cachoeiro de Itapemirim. Crédito: Reprodução | Redes sociais

Um pastor de 48 anos morreu, nesta terça-feira (19), após sofrer um acidente vascular cerebral (AVC) durante um culto no bairro São Francisco de Assis, em Cachoeiro de Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. Geter da Silva cantava a música ‘Soldado Ferido’ no palco da Igreja Só o Senhor é Deus, quando passou mal e foi socorrido para um hospital no último domingo (17). O momento foi registrado em um vídeo, divulgado nas redes sociais.

Segundo o dirigente da igreja, pastor João Amorim, os membros da instituição estavam em uma convenção estadual, quando o pastor Geter pediu para dar seu testemunho no evento, realizado no domingo. Após fazer seu pronunciamento, ele canta a canção gravada pela cantora gospel Midian Lima. O vídeo contém imagens fortes.

Pastor sofre AVC durante culto em Cachoeiro de Itapemirim

Após desmaiar e ser amparado por outros membros da igreja, ele foi socorrido para o Hospital Santa Casa de Cachoeiro de Itapemirim e transferido para um hospital na Grande Vitória, mas acabou falecendo nesta terça-feira (19). O pastor João Amorim disse que o corpo de Geter da Silva será velado na casa de um familiar do homem, em Cachoeiro, e sepultado no cemitério do bairro Coronel Borges nesta quinta-feira (21).

“O pastor Geter teve um passado muito bonito. Ele se afastou do evangelho, passou por um momento complicado. Há alguns anos, voltou à igreja com a esposa, com problema de saúde. Tive a oportunidade de cuidar dele. Estava de bem com a vida, alegre e era trabalhador. Ele montou uma fábrica de picolés, que complementava a renda, e sonhava em construir uma casa”, lembrou o pastor João Amorim.

Geter era casado e pai de seis filhos. Além de vender picolés de moto na cidade, ele trabalhava como vigilante para a prefeitura e era conhecido em Cachoeiro por vender embalagens de presentes na Rua Bernardo Horta, no período que antecede o Natal. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.