ASSINE

"O Brasil é uma casa em luto", diz secretário de Saúde do ES

Comentário foi feito em rede social após o Brasil ultrapassar 50 mil mortes causadas pela Covid-19. No Espírito Santo, a doença causada pelo coronavírus já é a segunda maior causa de óbitos no Estado

Publicado em 21/06/2020 às 12h12
O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, em entrevista à TV Gazeta nesta quinta-feira (28)
O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, lamentou as mais de 50 mil mortes no Brasil causadas pela Covid-19. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

O secretário de Saúde do Espírito Santo, Nésio Fernandes, lamentou as mais de 50 mil mortes no Brasil devido à pandemia do novo coronavírus. O número foi atingido neste sábado (20), de acordo com levantamento dos veículos de imprensa a partir de dados dos Estados. Nas últimas 24 horas, 968 pessoas morreram no país em razão da Covid-19, chegando a 50.058 vítimas. Em seu perfil no Twitter, Nésio afirmou que o dia merecia silêncio em memória das vítimas da doença e que "o Brasil é uma casa em luto". 

Além do desabafo, a publicação do secretário de Saúde, feita na manhã deste domingo (21), traz uma reportagem do jornal Folha de São Paulo que mostra que o coronavírus matou tantos brasileiros quanto a Guerra do Paraguai, uma das mais longas e sangrentas do século XIX. O Brasil fazia parte da Tríplice Aliança, composta também por Argentina e Uruguai, no conflito com o Paraguai, que ocorreu entre 1864 e 1870.

Apesar de o Brasil ter saído vitorioso do guerra, pelo menos 50 mil brasileiros morreram durante as batalhas. O mesmo número de mortes foi alcançado durante três meses de pandemia no país.

NÚMEROS NO ESPÍRITO SANTO

De acordo com o último boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), 1.297 pessoas morreram vítimas da Covid-19 no Estado. O número é maior que a quantidade de mortes causadas por homicídio no ano passado em todo o Espírito Santo.  AO todo, 34.238 pessoas já foram contaminadas pelo vírus. 

A Covid-19 já é a segunda principal causa de mortes no Estado. De acordo com dados fornecidos pela Sesa, a doença causada pelo novo coronavírus só não supera – por enquanto – o câncer, que vitimou 1.420 capixabas entre os meses de janeiro e abril deste ano. 

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.