ASSINE

Novo comandante promove mudanças na cúpula da PM. Veja quem assume

Alterações promovidas pelo coronel Douglas Caus,  novo comandante, ocorreram nas diretorias da Corporação e foram publicadas na tarde desta quinta-feira (16) no Boletim Geral da Polícia Militar

Publicado em 17/04/2020 às 10h25
Atualizado em 17/04/2020 às 12h50
Carro da Polícia Militar em frente ao Quartel General da PM
Quartel da Polícia Militar em Maruípe, Vitória. Crédito: Carlos Alberto Silva - Arquivo

Pouco mais de uma semana após assumir o comando da Polícia Militar do Espírito Santo, o coronel Douglas Caus promoveu mudanças na cúpula da Corporação. Ele já havia informado que as alterações seriam realizadas com “critérios técnicos e institucionais”.

No último dia 10, em entrevista para A Gazeta, informou que  iria promover mudanças em diretorias e comandos de batalhões.  "Não haverá mudanças gerais, mas vamos trocar algumas pessoas, realizar alguns ajustes, com critério técnico e institucional", assinalou, na ocasião.

Na prática, houve uma dança de cadeiras, considerando que seis, dos oito novos diretores, já ocupavam cargos na cúpula. Um dos novos gestores é o ex-comandante da PM, coronel Márcio Eugênio Sartório, que foi substituído por Caus, e que agora assume a diretoria de Direitos Humanos e Polícia Comunitária.

Outro que retorna para a Corporação é o coronel Antonio Marcos de Souza Reis, que estava atuando na Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) como subsecretário de gestão estratégica. Agora assume a diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa. A segunda pessoa no comando da PM será o coronel Márcio Celante Weolffel, nomeado como subcomandante geral. Antes ele ocupava a diretoria de Ensino, Instrução e Pesquisa.

As alterações foram publicadas no Boletim Geral da Polícia Militar, divulgado na tarde de quinta-feira (16). Não há informações ainda sobre alterações no comando dos batalhões e companhias, que também estavam previstas. Confira abaixo as alterações divulgadas.

NOVOS POSTOS

  • Márcio Celante Weolffel - Subcomandante geral, era diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa
  • Arilson Marcelo Martineli - Chefe do Estado Maior Geral, atuava como diretor de Inteligência 
  • Daltro Antonio Ferrari Júnior - Diretor de Comunicação Social, comandava a diretoria de Direitos Humanos e Polícia Comunitária 
  • Aleksandro Ribeiro de Assis - Diretor de Administração de Frota, deixou a chefia do Estado Maior Geral 
  • Márcio Eugênio Sartório - Diretor de Direitos Humanos e Polícia Comunitária, era o comandante da PM  
  • Alessandro Marin - Diretor de Inteligência, deixou o cargo de subcomandante geral
  • Antonio Marcos de Souza Reis - Diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa, atuava como subsecretário de gestão estratégica na Sesp
  • Carlos Alberto Bariani Ribeiro - Novo diretor de Saúde, antes era diretor de Comunicação Social
  • Evandro Teodoro de Oliveira - Diretor do Ciodes, era  diretor de Administração de Frota
  • Reinaldo Brezinski -  Subsecretário de Gestão Estratégica, era diretor do Ciodes

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.