ASSINE

Manicure que infartou após incêndio a ônibus passa por cateterismo no ES

Segundo a irmã, Terezinha ainda está em uma ala que exige mais cuidados, porque o pulmão foi afetado pela fumaça inalada durante o incêndio

Publicado em 25/08/2020 às 13h59
Local onde ônibus foi incendiado na Serra
Local onde ônibus foi incendiado na Serra. Crédito: Reprodução/TV Gazeta

A manicure Terezinha dos Santos, de 59 anos, que sofreu um infarto após um ônibus ser incendiado em frente à casa onde mora no bairro Campinho da Serra, no município da Serra, no fim da noite do último domingo (23), passou por um cateterismo. A informação foi passada por familiares.

Segundo Maria da Penha Santos, irmã de Terezinha, ela passa bem depois do procedimento e já respira sem a ajuda de aparelhos.

Maria da Penha Santos

Irmã da manicure

"Ela fez o cateterismo. Está respirando sem aparelho, está bem melhor. Amanhã ela pode descer para a enfermaria e ser acompanhada pela equipe do cardiologista. Não se sabe se ela vai fazer o tratamento no hospital logo ou pode vir fazer o tratamento em casa. Amanhã vai ser feita essa avaliação"

Segundo a irmã, Terezinha ainda está em uma ala que exige mais cuidados, porque o pulmão foi afetado pela fumaça inalada durante o incêndio. Mas disse que a irmã deve ir para a enfermaria nesta quarta-feira (26).

“Ela ainda está lá porque o pulmão dela está um pouco comprometido, por causa da fumaça, mas amanhã ela deve ir para a enfermaria. A equipe vai avaliar ela pra ver se ela terá alta ou se vai continuar”, disse.

ÔNIBUS INCENDIADO

Terezinha passou mal após um ônibus ser incendiado na frente da casa onde mora no bairro Campinho da Serra, na Serra, no fim da noite do último domingo (23). Segundo a irmã, tudo começou quando a irmã acordou assustada com o barulho e as chamas. "Quando começou a pegar fogo no ônibus e na fiação, ela acordou com aquele barulho todo. Foi para o lado de fora e inalou aquela fumaça. Ela já tem problema de pressão alta, e foi onde ela passou mal. Me ligou já quase não aguentando falar", disse, na ocasião.

Segundo informações da reportagem da TV Gazeta, que esteve no local, dois bandidos armados ordenaram que o motorista parasse o veículo, roubaram o celular dele e, em seguida, atearam fogo no ônibus. A Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp) informou, por nota, que já estão em andamento as investigações do ataque, por parte da força-tarefa criada para as ocorrências envolvendo transporte coletivo.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Serra Sistema Transcol ônibus serra Incêndio

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.