ASSINE

Igreja do Santuário de São José de Anchieta é fechada para restauração

Até o final de novembro, as missas acontecerão na Capela da Penha – que também fica no Santuário – para restauro do piso da igreja. O Santuário Nacional de São José de Anchieta fica no município de Anchieta, no litoral Sul do Estado

Publicado em 22/10/2020 às 16h37
Atualizado em 22/10/2020 às 20h23
Santuário de Anchieta faz campanha para conseguir inscritos e poder transmitir missas ao vivo
Santuário Nacional de São José de Anchieta . Crédito: Santuário São José de Anchieta

A Igreja do Santuário Nacional de São José de Anchieta, no município de Anchieta, Litoral Sul do Espírito Santo, será mantida fechada até o final de novembro para uma nova etapa de execução do projeto de restauro e adequação do patrimônio histórico e nacional. Outros pontos do Santuário, como o quarto de Anchieta, continuam abertos para visitação. O local foi fechado na segunda-feira (19).

Durante o período de restauro da igreja as missas diárias acontecerão na Capela da Penha, que também fica no Santuário. “Todo o piso da igreja foi retirado, não é possível colocar os bancos. Por isso, a igreja permanecerá fechada e as missas serão celebradas na Capela da Penha”, explicou o reitor do Santuário Nacional de São José de Anchieta, Nilson Maróstica.

O Santuário Nacional de São José de Anchieta é tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) desde o ano de 1943. A cela de Anchieta (quarto em que viveu Anchieta, que  morreu em 9 de junho de 1597) e outras áreas do Santuário continuam abertas para a visitação de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, respeitando todas as medidas prevenção e saúde por conta da pandemia do novo coronavírus. Entre os espaços, estão a Sacristia da igreja e a Capela do Santíssimo.

Capela da Penha

O local é uma igrejinha no alto do morro, à direita de quem está no pátio do Santuário. Patrimônio cultural da cidade de Anchieta, a edificação foi erguida em homenagem a Nossa Senhora da Penha, no fim do século XIX e a inauguração da capela aconteceu em 3 de setembro de 1883.

Para as celebrações, será garantido o distanciamento entre as pessoas nos bancos e, se necessário, serão disponibilizadas cadeiras na área externa. As celebrações acontecem de segunda a sábado às 19h; e aos domingos em três horários: 8h30, 10h30 e 19h.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Anchieta josé anchieta

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.