ASSINE

Helicóptero e embarcações são usados nas buscas a pescadores em Vila Velha

Barco de nome Petrel, que estava com seis tripulantes, desapareceu nesta quinta-feira (13) a 18 km da Praia de Itapuã. A buscas são feitas por embarcações da Capitania dos Portos e por helicóptero do Notaer

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 14/05/2021 às 12h12
Navio-patrulha e aeronave estão sendo utilizados nas buscas
Navio-patrulha e aeronave estão sendo utilizados nas buscas. Crédito: Divulgação / Marinha do Brasil

Uma equipe formada por embarcações da Capitania dos Portos, da Marinha do Brasil, e helicóptero do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer), do governo do Estado, continuam as buscas pela embarcação de pesca com seis tripulantes que desapareceu após apresentar problemas técnicos a cerca de 9 milhas náuticas (18 km) da Praia de Itapoã, em Vila Velha.

Segundo a Capitania dos Portos do Espírito Santo, a ocorrência chegou no fim da manhã dessa quinta-feira (13). A Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) informou que o Centro de Controle de Operações do Porto de Vitória interceptou mensagem de uma estação costeira de rádio de pedido de socorro de um pesqueiro com seis tripulantes, de nome Petrel.

Na mensagem, eles relataram que estaria entrando água rapidamente na embarcação, porém a comunicação foi interrompida logo em seguida. A informação da localização foi enviada à Capitania, que acionou o Salvamar Sueste, estrutura responsável por operações de Busca e Salvamento (SAR) no mar, dando início as buscas na região.

Foram enviadas equipes a bordo de duas embarcações da Capitania dos Portos, com o apoio do Núcleo de Operações e Transporte Aéreo (Notaer), do governo do Estado.

O Comando do 1º Distrito Naval da Marinha também se deslocou para a área no Navio Patrulha (NPa) Macaé, sediado no Rio de Janeiro. Além disso, foi emitido aviso aos navegantes, dando ampla divulgação por rádio, com o objetivo de alertar e solicitar apoio a todas as embarcações que navegavam em áreas próximas.

A Capitania dos Portos afirmou que quem tiver informações sobre a ocorrência pode entrar em contato pelos telefones 185 (número para emergências marítimas e pedidos de auxílio) e (27) 2124-6526 (diretamente com a CPES para outros assuntos, inclusive denúncias).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.