ASSINE

Hackers invadem sistema de informática da prefeitura de Jerônimo Monteiro

Por conta do ataque, todas as contas bancárias do município estão bloqueadas. Pagamentos, transações financeiras e serviços on-line do município estão impossibilitados de ser realizados

Publicado em 07/05/2020 às 15h36
Atualizado em 07/05/2020 às 19h20
Site da prefeitura sofreu ataque cibernético e bandidos pediram resgate por moeda virtual
Sistema de informática da prefeitura de Jerônimo Monteiro sofreu ataque cibernético e bandidos pediram resgate por moeda virtual. Crédito: Reprodução

A prefeitura de Jerônimo Monteiro, no Sul do Estado, divulgou nesta quinta-feira (07), que o sistema de informática do município foi invadido por hackers. O ataque criptografou dados, bloqueou e impossibilitou o acesso aos sistemas administrativo, contábil e financeiro, mas nenhum valor foi retirado das contas da prefeitura.

De acordo com a administração municipal, o caso foi descoberto na última sexta-feira (01). Uma mensagem na tela do computador informava a invasão e indicava um endereço de e-mail para contato com os criminosos para que fosse negociada a recuperação dos dados mediante o pagamento de um resgate com moeda virtual, bitcoin. 

A prefeitura de Jerônimo Monteiro garantiu que o sistema de informática possui antivírus, no entanto, de acordo normas do Tribunal de Contas, ele é interligado a outros computadores para serviços administrativos das Secretarias de Desenvolvimento Social, de Saúde, de Agricultura e também pelos setores de Regime Próprio de Previdência Social (RPPS), Serviço de Abastecimento de água e Esgoto (SAAE) e pela Câmara de Vereadores, o que pode ter facilitado a invasão dos hackers.

Logo após descobrir o ataque, a Polícia Civil foi acionada e conduz a investigação para buscar a origem da invasão e a identidade dos responsáveis.

Em nota, a prefeitura informou que “devido ao ataque, todas as contas bancárias estão bloqueadas, assim como pagamentos, transações financeiras e os serviços on-line da municipalidade. Adotamos medidas para reiniciar todo o sistema de informática e dar sequência aos atos da municipalidade, contudo, o prazo para o retorno dessas atividades é indeterminado. Orientamos a todos os secretários municipais que os atendimentos à população sejam realizados dentro das possibilidades de cada setor, assim como o cumprimento das obrigações com aos fornecedores e servidores municipais”.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.