ASSINE

Guarapari monta estrutura perto de UPA para receber casos suspeitos de Covid

O novo espaço, com estrutura similar a de um hospital de campanha, vai funcionar no estacionamento perto da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município

Publicado em 01/12/2020 às 10h55
Atualizado em 01/12/2020 às 12h14
O município já registrou 143 mortes por coronavírus e é a oitava cidade do Espírito Santo com maior número de óbitos. Guarapari já soma mais de 5 mil casos confirmados de Covid-19.
Prefeitura de Guarapari monta estrutura de campanha para atender pacientes com Covid-19. Crédito: Divulgação/ Prefeitura de Guarapari

Para atender pacientes com suspeita de coronavírus, a Prefeitura de Guarapari está montando uma estrutura similar a de um hospital de campanha perto da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do município.

O novo espaço vai funcionar no estacionamento localizado em frente à unidade e terá, segundo a Prefeitura, recepção, setor de triagem, consultórios, banheiros, salas de coleta para exames e enfermaria com 10 espaços de atendimento, além da equipe médica e enfermagem treinada. Segundo a prefeitura, a estrutura funcionava ao lado da UPA desde o início da pandemia, foi ampliada e transferida para essa área de estacionamento.

A estrutura funcionará 24h por dia. O município já registrou 143 mortes por coronavírus e é a oitava cidade do Espírito Santo com maior número de óbitos. Guarapari já soma mais de 5 mil casos confirmados de Covid-19.

O município já registrou 143 mortes por coronavírus e é a oitava cidade do Espírito Santo com maior número de óbitos. Guarapari já soma mais de 5 mil casos confirmados de Covid-19.
Prefeitura de Guarapari monta estrutura de campanha para atender pacientes com Covid-19. Crédito: Divulgação/ Prefeitura de Guarapari

ES TEM AUMENTO DE MORTES

Em todo o Espírito Santo, apenas em novembro, foram registradas mais 424 mortes por coronavírus — o que representa um crescimento de 36,7% em relação a outubro. Essa foi a primeira vez que a quantidade de vidas perdidas voltou a subir, desde o pico em julho. Depois de cinco quedas consecutivas, o número total de novembro é também maior que o de setembro, quando foram divulgadas 387 mortes.

Além do aumento no número de mortes, novembro trouxe um incremento bastante significativo na quantidade de casos confirmados do novo coronavírus no Espírito Santo: foram 34.280 pessoas infectadas — cerca de 10 mil a mais que outubro, representando um crescimento de 41,4%. Aliás, este mês só ficou atrás de julho, quando 36.399 diagnósticos positivos foram divulgados.

Na coletiva de imprensa desta segunda-feira (30), o secretário de Saúde Nésio Fernandes admitiu que o Estado vive uma segunda fase de expansão da pandemia, com impactos na quantidade de pessoas internadas nos hospitais da rede pública e, consequentemente, na de vidas perdidas.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.