ASSINE

Governo libera treinos e competições sem público no Espírito Santo

A publicação da portaria prevê que os eventos sejam realizados seguindo normas de segurança e higiene, além das orientações das confederações esportivas

Publicado em 28/08/2020 às 18h58
Atualizado em 28/08/2020 às 21h36
Vista aérea do Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho, em Bento Ferreira, Vitória
Portaria da Sesport em parceria com a Sesa liberou a utilização dos ginásios no ES para treinos e competições sem público. Crédito: Reprodução/Sesport

A Secretaria de Estado de Esporte (Seport) publicou uma portaria nesta sexta-feira (28) que libera os treinamentos e a realização de competições nas praças esportivas do Espírito Santo a partir de setembro. A publicação, em parceria com a Secretaria do Estado de Saúde (Sesa), prevê a permissão de eventos sem público, além de protocolos de higiene, seguindo orientações de proteção contra o coronavírus propostos pelas confederações esportivas municipais, estaduais e brasileiras.

Dentre as normas de segurança e higiene, a portaria prevê o controle de fluxo de pessoas e criação de espaços de limpeza de materiais utilizados pelos atletas. Além disso, deve ser disponibilizado álcool em gel nos ginásios e a higienização dos atletas deve ser feita em casa, com uma orientação para que já se dirijam aos espaços esportivos com as roupas de treinamento por baixo das roupas normais.  Será feito um monitoramento da temperatura dos competidores durante os treinamentos e a utilização de máscaras é obrigatória, à exceção dos atletas.

O secretário de Esportes do Estado, Júnior Abreu, garantiu que, para que todos os critérios sejam atendidos, não serão feitas modificações consideráveis nas praças esportivas. A portaria cita especificamente o caso do CT Jayme Navarro de Carvalho, que fica no bairro Bento Ferreira, em Vitória, e que é de responsabilidade do Governo do Estado. O local é constantemente utilizado pelas equipes de atletas que praticam esportes de alto rendimento.

Júnior Abreu, porém, afirmou que as normas contidas na publicação podem ser aplicadas para todas as praças esportivas do Espírito Santo, com a retomada de eventos esportivos já a partir do dia 1º de setembro.

"Não há uma obra física que precisaremos fazer para liberar o retorno do treinamento, no caso do Centro de Treinamento Jayme Navarro de Carvalho. Tínhamos vários eventos previstos ao longo desse ano, como eventos de atletismo, bicicleta, em vários municípios. De agora para frente, essas pessoas que trabalham nesses eventos terão que dialogar diretamente com os municípios e os eventos poderão acontecer, desde que cumpra as exigências da portaria", explicou.

Júnior Abreu afirma que a portaria atende, principalmente, aos atletas de alto rendimento do Estado.

"Nós tínhamos muitas demandas com relação aos atletas de alto rendimento que estavam sendo prejudicados pela falta de treinamento e as competições estavam começando a acontecer ao redor do mundo. Realmente, essa portaria trata do centro esportivo da Sesport, mas todas as normas consideradas ali podem ser aplicadas a qualquer estrutura no Espírito Santo. As competições e treinamentos estão liberados em todo o Estado", confirmou o secretário.

Secretário de esporte, Júnior Abreu está otimista com os investimentos para 2020
Secretário de esporte, Júnior Abreu, afirmou que a portaria libera competições e treinamentos em todo o Estado. Crédito: Sesport/Divulgação

A permissão para treinamentos e competições no Estado, segundo o secretário, foi um esforço conjunto da Sesport com a Sesa para atender às necessidades dos atletas capixabas. A viabilização da presença de público nas praças esportivas, porém, ainda não tem previsão para acontecer. Júnior Abreu afirmou que isso depende da Matriz de Risco do Governo do Estado.

"A criação da portaria é um esforço muito grande da Sesa, entendo o momento e a necessidade dos atletas de iniciar os treinamentos. Se ficarem parados, podem perder a força, a construção do trabalho físico. Foi uma parceria da saúde com a Sesport, mas a questão de público, só depois que melhorar a Matriz de Risco", disse.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.