ASSINE

Governo do ES decreta luto oficial por mortes causadas pelo coronavírus

O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande, neste sábado, após o Estado atingir a marca de mil pessoas mortas pela Covid-19

Publicado em 13/06/2020 às 14h35
Atualizado em 13/06/2020 às 14h52
Coletiva de imprensa do governador Renato Casagrande desta sexta-feira (5)
O governador Renato Casagrande se solidarizou com familiares e amigos das vítimas. Crédito: Reprodução

O governo do Espírito Santo decretou luto oficial em todo Estado pela morte das pessoas que perderam a vida em razão da Covid-19, enquanto vigorar o estado de emergência em saúde pública. O anúncio foi feito pelo governador Renato Casagrande (PSB), neste sábado (13), após o Estado ultrapassar mais de mil mortos pela doença. 

"É uma notícia que nos entristece muito. São mais de mil pessoas mortas pelo coronavírus, que mostra a violência e a intensidade da doença. Não é uma exclusividade do Espírito Santo. Outros países e Estados também vivem as perdas de muitas pessoas. Alcançamos a marca de mil mortes na data de hoje. Portanto, quero me solidarizar com amigos e familiares das vítimas", lamentou o governador em pronunciamento.

Os dados oficiais deste sábado ainda não foram repassados pelo Executivo estadual. A divulgação ocorre diariamente no fim da tarde. Até a noite desta sexta-feira (12), o Espírito Santo registrou 999 óbitos e 25.502 casos confirmados da doença. Do total de infectados, 13.921 pacientes estão curados. 

Casagrande lembrou que este é um momento que exige muita empatia, solidariedade e trabalho para vencer a crise, que é a mais grave desde a gripe espanhola, em 1919, e a crise econômica, de 2009.

No Twitter, o governador pediu para a população ficar em casa, pelas pessoas que perderam familiares devido à Covid-19. "Por essas família hoje enlutadas, fique em casa", publicou. 

De acordo dados da terceira etapa do inquérito sorológico, divulgado neste sábado, estatisticamente, 295.773 pessoas tiveram contato com o novo coronavírus no Espírito Santo. A quantidade corresponde a 7,36% da população do Estado.

"Estamos trabalhando para preservar vidas. Para ajudar nesse trabalho, é importante que se mantenha  o comportamento de ficar em casa. Se precisar sair por questão essencial, mantenha do distanciamento social e use máscaras", observou o governador, no pronunciamento.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.