ASSINE

Filhote de veado-mateiro é resgatado no interior do ES

O biólogo Rodrigo Branco explica que o veado-mateiro é um animal silvestre comum na região. Após o resgate, o filhote passará por uma bateria de exames

Rede Gazeta
Publicado em 22/04/2021 às 12h46
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES. Crédito: Divulgação

Um filhote de cervo, conhecido popularmente como veado-mateiro, foi resgatado nesta quarta-feira (21) no interior de uma propriedade localizada em São João do Garrafão, no município de Santa Maria de Jetibá, no Noroeste do Espírito Santo. O resgate foi feito por policiais do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA).

O filhote foi recolhido após a solicitação de pessoas da comunidade. Os moradores informaram ao BPMA que cães haviam acuado ou talvez atacado o animal. A equipe se deslocou ao local e, ao chegar, deparou-se com o filhote de veado-mateiro que, segundo os policiais, aparentava ser recém-nascido e estar sadio.

O animal foi recolhido e enviado para o Centro de Reintrodução de Animais Selvagens (Cereias) no município de Aracruz, no Norte do Estado, onde passará por uma bateria de exames e cuidados para, posteriormente, ser devolvido a seu habitat.

Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES

Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES. Divulgação
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES. Divulgação
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES. Divulgação
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES
Filhote é veado-mateiro é resgatado no interior do ES

ANIMAL É COMUM NA REGIÃO, DIZ BIÓLOGO

De acordo com o biólogo Rodrigo Branco, o veado-mateiro é um animal silvestre comum na região. "Ele é mais comum em matas não tão degradadas, mais bem conservadas", explicou.

Rodrigo conta que o veado-mateiro, por ser um animal silvestre, não está acostumado com o ser humano e, por isso, pode se tornar agressivo quando está tentando fugir. "Ele não é acostumado com o ser humano, se for impedido de fugir, pode dar coice e se tornar agressivo", afirmou.

De acordo com Rodrigo, quando as pessoas encontrarem algum animal silvestre, o correto é fazer como os moradores de Santa Maria de Jetibá fizeram, chamar a Polícia Militar Ambiental. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.