ASSINE

ES tem uma multa de trânsito por minuto; veja top 10 das infrações

Trafegar acima da velocidade permitida e ultrapassar sinal vermelho foram as infrações mais cometidas em 2020. Em média, 1,38 infração foi cometida por minuto no ES

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 02/03/2021 às 15h23
Trânsito apresenta lentidão na Avenida Rio Branco, em Vitória
Mais de 730 mil infrações foram cometidas por motoristas no ES em 2020. Crédito: Fernando Madeira

Os balanços anuais sobre acidentes de trânsito e os resultados, envolvendo prejuízos financeiros, pessoas feridas e a quantidade de mortes por conta de irregularidades cometidas por motoristas, já são tradicionais. Todo ano, histórias são interrompidas por erros humanos nas rodovias estaduais e federais de todo o Brasil. No Espírito Santo, segundo números do Detran, os erros, que acabam em infrações, majoritariamente envolvem o excesso de velocidade. Em média, a cada minuto no ano de 2020 foi cometida 1,38 infração. Foram mais de 730 mil registros, segundo o Detran-ES.

É como se a cada minuto que passasse, entre o dia 1º de janeiro e o 31 de dezembro, uma infração fosse cometida. O cálculo leva em conta os 366 dias do ano de 2020 — bissexto. O número decimal (1,38) é resultado da divisão entre infrações (731.233) e a quantidade de minutos do ano (527.040).

Para que, hipoteticamente,  sem números quebrados, uma infração fosse cometida a cada minuto, seriam necessários 507 dias para os registros alcançarem a quantidade de 731.233. 

Dados divulgados pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran-ES) mostram que as duas infrações mais registradas no ano de 2020 têm relação com o tráfego de veículos acima da velocidade máxima permitida na via.

Em um ranking (veja abaixo), contabilizando todas as 731.233 infrações cometidas durante o período pelos motoristas em rodovias estaduais, ruas e avenidas, mais de 400 mil registros detalham a velocidade acima do que é permitido, o que representa mais da metade do total. A relação não envolve rodovias federais.

Há também infrações de motoristas que avançam o sinal vermelho, dirigem o veículo sem possuir a Carteira Nacional de Habilitação e até aqueles que não mantêm o farol baixo durante o dia.

Motociclista em alta velocidade no ES
A infração mais frequente no Espírito Santo envolve velocidade acima do permitido. Crédito: Vitor Jubini

O total do "Top 10" no ano de 2020 corresponde a 538.720 infrações. O restante não foi detalhado pelo Detran-ES, e ocupa posições abaixo, com menor número de registros.

VEJA A QUANTIDADE DE REGISTROS PARA CADA INFRAÇÃO NO "TOP 10":

  1. 01

    330.695 INFRAÇÕES

    Transitar em velocidade superior a máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias quando a velocidade for superior a máxima em até 20%.

  2. 02

    64.750 INFRAÇÕES

    Transitar em velocidade superior a máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias quando a velocidade for superior a máxima em de 20% até 50%.

  3. 03

    31.079 INFRAÇÕES

    Avançar sinal vermelho do semáforo (fiscalização eletrônica).

  4. 04

    23.416 INFRAÇÕES

    Deixar o condutor de usar o cinto de segurança.

  5. 05

    22.510 INFRAÇÕES

    Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado.

  6. 06

    17.492 INFRAÇÕES

    Estacionar o veículo em locais e horários proibidos especificamente pela sinalização (Placa - proibido estacionar).

  7. 07

    15.664 INFRAÇÕES

    Dirigir veículo sem possuir CNH/PPD/ACC.

  8. 08

    12.679 INFRAÇÕES

    Em movimento de dia, deixar de manter acesa a luz baixa nas rodovias.

  9. 09

    10.729 INFRAÇÕES

    Dirigir o veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais.

  10. 10

    9.706 INFRAÇÕES

    Transitar em velocidade superior a máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias quando a velocidade for superior a máxima em mais de 50%.

731.233 INFRAÇÕES

Número total registrado durante o ano de 2020 no Espírito Santo

Em entrevista à jornalista Fernanda Queiroz, durante o quadro Direção Segura, da Rádio CBN Vitória, o Inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Wagner Motta, lembra que quanto mais rápido o veículo estiver se deslocando, o "risco de acidente cresce exponencialmente". Ele defende que o motorista, tendo conhecimento do Código de Trânsito, respeite os limites de velocidade.

Wagner Motta

Inspetor da PRF

"A multa é um fenômeno. Ser multado, às vezes, não significa que você é um motorista ruim, mas é algo que precisa ser evitado, principalmente pela segurança no trânsito. O condutor precisa ter conhecimento do Código de Trânsito"

TENDÊNCIA DE CRESCIMENTO EM 2021

Além dos dados completos de 2020, o Detran-ES também divulgou os números relativos ao ano de 2021. Entre o dia 1º de janeiro deste ano e o último dia 20 de fevereiro, já foram 88.857 infrações cometidas por condutores no Estado.

Transitar em velocidade superior a máxima permitida em até 20% lidera o ranking parcial, com 31.950 infrações. A causa do registro mais frequente neste ano também foi o erro mais cometido pelos motoristas no ano passado.

Houve um crescimento no número de infrações cometidas pelos condutores em 2021. Se nos primeiros 50 dias do ano já foram contabilizadas mais de 88 mil irregularidades, no mesmo período, em 2020, o total chegou a 72.780 registros. O crescimento é de 18% na comparação entre os dois anos.

Ranking parcial de 2021:

  1. 31.950 INFRAÇÕES - Transitar em velocidade superior a máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias quando a velocidade for superior a máxima em até 20%;
  2.  7.046 INFRAÇÕES - Avançar sinal vermelho do semáforo (fiscalização eletrônica);
  3. 5.748 INFRAÇÕES - Transitar em velocidade superior a máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, em rodovias, vias de trânsito rápido, vias arteriais e demais vias quando a velocidade for superior a máxima em de 20% até 50%;
  4. 3.365 INFRAÇÕES - Deixar o condutor de usar cinto de segurança;
  5. 3.259 INFRAÇÕES - Estacionar o veículo em locais e horários proibidos especificamente pela sinalização;
  6. 3.230 INFRAÇÕES - Conduzir o veículo registrado que não esteja devidamente licenciado;
  7. 2.667 INFRAÇÕES - Dirigir veículo sem possuir CNH/PPD/ACC;
  8. 1.719 INFRAÇÕES - Dirigir veículo segurando telefone celular;
  9. 1.522 INFRAÇÕES - Dirigir veículo usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais;
  10. 1.408 INFRAÇÕES - Permitir posse/condução do veículo a pessoa sem CNH/PPD/ACC.

O "Top 10" parcial de 2021 corresponde a 61.914 infrações. O restante não foi detalhado pelo Detran-ES, e ocupa posições abaixo, com menor número de registros.

O cálculo de infrações por minuto continua assustando em 2021. Se no ano passado 1,38 infração era cometida a cada 60 segundos, neste ano, de acordo com os números parciais, o registro por minuto fica em 1,23. Considerando apenas números inteiros, o Espírito Santo segue registrando uma infração de trânsito por minuto.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Detran Espírito Santo Polícia Rodoviária Federal Código de Trânsito acidente carros cbn vitoria espírito santo fernanda queiroz motocicleta trânsito veículos

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.