ASSINE

Covid-19: Cachoeiro ultrapassa Marataízes em número de casos

O número de casos confirmados em Cachoeiro chegou a 157, cinco a menos que a cidade vizinha, no Sul do Espírito Santo

Publicado em 22/05/2020 às 19h01
Cachoeiro de Itapemirim-ES / Vista noturna do Rio Itapemirim
Cachoeiro de Itapemirim-ES / Vista noturna do Rio Itapemirim. Crédito: Prefeitura de Cachoeiro/Divulgação

Cachoeiro de Itapemirim ultrapassou Marataízes em número de infectados pelo novo coronavírus, na Região Sul do Estado, nesta sexta-feira (22). Segundo os dados divulgados pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o número de casos confirmados em Cachoeiro chegou a 157, cinco a menos que a cidade vizinha.

O município de Cachoeiro de Itapemirim registrou 20 novos casos positivos da doença nas últimas 24h. Quatro pessoas na maior cidade do Sul do Estado já morreram. Por outro lado, o número de curados também aumentou, passou de 44 para 63.

Por conta do avanço dos casos, Cachoeiro passou a ser classificado na matriz de risco, elaborada pelo governo do Estado, no grau moderado para transmissão do novo coronavírus. Nesta sexta-feira (22) a prefeitura restringiu ainda mais as atividades do comércio. A partir de segunda-feira (25), os estabelecimentos comerciais, exceto os essenciais, aos sábados, poderão funcionar apenas com delivery.

De acordo com o índice de isolamento social divulgado pelo governo do Estado, Cachoeiro está abaixo da expectativa, que deveria ser de 70%. Na média, 43,12% da população da cidade de 200 mil habitantes não está respeitando as orientações das autoridades de saúde pública.

Já o balneário de Marataízes, que seguia há mais de uma semana liderando os casos na região Sul do Estado, com evolução rápida da transmissão do vírus, fechou esta sexta-feira, com 152 casos. O município litorâneo tem oito mortes registradas até o momento e 55 curados.

Para tentar frear a pandemia, a prefeitura também decretou medidas mais restritivas ao comércio e à população, como a proibição da permanência das pessoas nas ruas, praças, orlas e praias até o fim deste mês.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.