ASSINE

Coronavírus no ES: 30,4% dos infectados não apresentaram nenhum sintoma

Quarta etapa do inquérito sorológico do governo estadual mostra também que 35,4% tiveram quatro ou mais sintomas. Os mais comuns foram: perda de olfato, tosse, fadiga, dores musculares e febre

Publicado em 27/06/2020 às 15h12
Atualizado em 28/06/2020 às 09h53
Homem com máscara de proteção
Homem com máscara de proteção. Crédito: Freepik

Dados da quarta etapa do inquérito sorológico, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), cujos resultados foram apresentados neste sábado (27), apontam que 30,4% da população capixaba apresenta  quadro assintomático para o novo coronavírus

"No acumulado das quatro etapas, 30,4% da população apresenta um quadro assintomático, e 35,4% tiveram quatro ou mais sintomas. Os mais comuns foram: perda de olfato, tosse, fadiga, dores musculares e febre", segundo informou o secretário de Estado de Saúde, Nésio Fernandes, durante coletiva. 

Segundo a estimativa da Sesa, 386.193 pessoas no Espírito Santo já foram contaminadas pela doença. Com a proporção de 30,4%, são 127.037 contaminados são assintomáticos. 

A Sesa também estimou que na Grande Vitória 227.822 já foram infectados pela doença e no interior foram 88.710. O órgão explicou que a soma dos dados não totaliza os 386.193 contaminados em todo o Espírito Santo porque foram feitos cálculos separadamente para a região da Grande Vitória e para o interior do Estado, com base na estimativa de prevalência que mede a proporção da população que já teve contato com a doença, considerando o número de novos casos de Covid-19 reais e o risco de contágio.

Entre os pacientes sintomáticos, os principais sintomas diagnosticados foram:

  • Anosmia (perda de olfato):  41,7%
  • Tosse: 35,9%
  • Fadiga: 32,1%
  • Mialgia (dor muscular): 31,6%
  • Febre: 26,9%
  • Dor de garganta: 22,4%
  • Dispneia: 21,2%
  • Diarreia: 19,7%

NOVO INQUÉRITO

A quarta fase do inquérito sorológico foi realizada entre os dias 22 a 24 de junho. Durante a coletiva, o secretário informou que, para o mês de julho, uma nova fase do inquérito deverá ser realizada.

Segundo o secretário, a taxa de transmissão do coronavírus (chamado de "RT") é de 1,3% a nível estadual. Na Grande Vitória, essa taxa é de 1,2%, enquanto no interior é de 1,7%. "A doença ainda está acelerada, mas em uma velocidade um pouco menor", explicou.

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.