ASSINE

Secretário de Saúde fala sobre o combate ao coronavírus no ES

Neste sábado (27), Nésio Fernandes divulgou os resultados do inquérito sorológico e falou sobre a situação da pandemia no Estado; confira as principais falas

Publicado em 27/06/2020 às 11h18
Atualizado em 27/06/2020 às 12h33

12:15

Coletiva encerrada

Após aproximadamente 1 hora de entrevista coletiva, o secretário Nésio Fernandes encerrou a transmissão, na qual apresentou os resultados da quarta fase do inquérito sorológico e revelou a atual situação da pandemia do novo coronavírus no Espírito Santo.


12:13

"A fase mais crítica será a da desobediência civil", afirma secretário

"Na minha opinião, a fase mais crítica é caracterizada pela sociedade civil a cada momento da pandemia. A fase mais crítica será aquela em que a desobediência civil e a polarização da população acontecer, na contramão das medidas necessárias para salvar vidas. A fase mais crítica não acontecerá se todos nós colocarmos essas medidas na frente de outras questões, para que os brasileiros não percam pessoas queridas. É muito triste a realidade dos hospitais de combate à Covid-19. Todos os dias no Hospital Estadual Doutor Jayme Santos Neves se informa a evolução a óbito de pacientes, que não puderam ser acompanhados pela família e que não podem ter um velório ou enterro nos conformes de qualquer religião. A frequência disso ainda é muito alta", disse Nésio Fernandes.


12:10

ES ainda está na fase de aceleração da pandemia

"Nós estamos na fase de aceleração da pandemia no Espírito Santo. Temos tendência de estabilização em alguns municípios e não estamos na fase franca e sustentável de recuperação da doença. É importante deixar isso claro, porque não é momento de retomar atividades mais amplas. A doença ainda cresce no interior e ainda há um grande número de casos ativos na Grande Vitória", esclareceu Nésio Fernandes.


12:08

Secretário alerta sobre análise dos óbitos diários

"Nós tivemos óbitos notificados no dia de ontem depois da atualização e que serão incluídos hoje. O dado do dia é relevante, mas é importante acompanhar os óbitos por semana ou mês epidemiológico para não ter qualquer erro na análise das informações", explicou Nésio Fernandes.


12:06

80% dos infectados se curam de forma espontânea

"De 80% a 90% dos infectados pelo novo coronavírus evoluirão para cura espontânea, tomem eles suco de acerola, de abacaxi ou usem qualquer tipo de medicamento. É uma doença que transcorre, em média, ao longo de 14 dias e que não necessita ministrar tratamentos em pacientes leves. É importante ressaltar isso à população", afirmou Nésio Fernandes. 


12:04

Desabastecimento de remédios: secretário esclarece situação do ES

"O Estado tomou atitudes paralelas para poder adquirir os medicamentos pelas próprias unidades de saúde e estamos articulando com o Ministério da Saúde uma grande compra nacional, junto com a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). Temos a informação de que alguns medicamentos já devem chegar no início desta semana. Outras compras também devem ser concretizadas nos próximos dias e devemos contornar a crise do mercado brasileiro com os fornecedores. No entanto, ainda não é cômoda a situação para garantir o funcionamento dos nossos leitos", afirmou Nésio Fernandes.  


12:00

Matriz de risco do ES não muda

Questionado, o secretário de saúde Nésio Fernandes garantiu que não haverá, nesta semana, uma mudança na matriz de risco adotada atualmente pelo Estado. A matriz de risco serve para classificar os municípios em relação à vulnerabilidade ao novo coronavírus.


11:58

Taxa de transmissão do coronavírus no ES é de 1,3

Sobre a velocidade de transmissão da doença, Nésio Fernandes informou que a taxa de transmissão do novo coronavírus no Espírito Santo está em 1,3. Na Grande Vitória esse índice é de 1,2 e no interior de 1,7. "A doença ainda está acelerada, mas em uma velocidade um pouco menor", esclareceu o secretário.


11:56

Nova fase do inquérito sorológico em julho

O secretário Nésio Fernandes voltou a citar uma nova fase do inquérito sorológico, a ser realizada em julho "para continuar acompanhando a evolução da pandemia no nosso Estado e conhecer o momento correto de adequar as medidas de Governo".


11:53

Sesa reforça pedido para que a população continue com o isolamento social

"É importante que a gente continue tomando cuidado. Estamos acompanhando o crescimento da doença e sabemos a quantidade de vidas que se foram. Não tem como explicar a dor que essas pessoas e esses familiares sentiram. Por isso, peço encarecidamente para que a população siga as orientações. Convido a sociedade a manter essas medidas de segurança", pediu Orlei Cardoso, assim como Nésio Fernandes fez anteriormente.

A Gazeta integra o

Saiba mais
Espírito Santo Saúde Coronavírus Coronavírus no ES Covid-19 espírito santo Pandemia Isolamento social

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.