ASSINE

Cobrador de ônibus realiza sonho e se torna cirurgião-dentista no ES

Casado e pai de uma menina de 10 anos, o ex-motorista e cobrador de ônibus e agora cirurgião-dentista contou com o incentivo da família para trabalhar na área da saúde

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 20/04/2021 às 19h11
De cobrador do Transcol a dentista aprovado em processo seletivo
De cobrador do Transcol a dentista aprovado em processo seletivo. Crédito: Arquivo Pessoal

Quem acredita sempre alcança: essa é a lição que o ex-cobrador e motorista de ônibus José Ribeiro, de 33 anos, deixa, após conciliar anos de trabalho com os estudos da faculdade de Odontologia. Com o apoio da família, em especial da esposa e da filha, ele conquistou o primeiro lugar em um processo seletivo para cirurgião-dentista realizado pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), o qual contava com apenas duas vagas, e está realizando um grande sonho.

José conquistou o primeiro lugar no certame para contratação de profissionais do Programa Estadual de Qualificação da Atenção Primária à Saúde, já na segunda vez em que participou do processo seletivo. Na primeira, no início deste ano, havia apenas quatro vagas, mas ele ficou na sexta colocação.

Durante dez anos José trabalhou em coletivos do sistema Transcol. Seguindo os passos do pai, funcionário da mesma empresa e motorista de ônibus, o hoje dentista começou a trabalhar no setor com 23 anos de idade. Inicialmente, atuou como cobrador nos coletivos e em pouco tempo se tornou motorista, função que exerceu até o dia 9 de abril deste ano, quando foi convocado para trabalhar na nova profissão de dentista, na cidade de Irupi, na Região do Caparaó.

De cobrador do Transcol a dentista aprovado em processo seletivo
Dia da colação de grau de José Ribeiro, na companhia da esposa e da filha. Crédito: Arquivo Pessoal

“Por mais difícil que seja, corrido, sofrido, chegando em casa cansado, ao final, vale a pena todo o esforço de você correr atrás e se formar, conseguir a aprovação no concurso”, destacou José.

A história de superação do ex-motorista de ônibus teve início ainda enquanto trabalhava na empresa de ônibus Unimar. Morador de Cariacica, na época, acordava todos os dias às 4 horas para conseguir chegar às 5h30 na empresa, localizada na Serra, rotina que acompanhou José até a data da convocação no processo seletivo.

A trajetória acadêmica de José não deve parar por aqui. À reportagem, ele contou que ainda pretende buscar aprimoramento e especialização na área de formação. "Também quero buscar a promoção da saúde, ajudando as pessoas, entregando um sorriso melhor. Para mim mudou muita coisa: inicialmente saindo de Cariacica para Irupi. Além disso, não tenho mais aquela rotina de ônibus, agora estou me vinculando ao serviço público. É uma nova fase da minha vida", disse.

INCENTIVO

Casado com Raquel Meireles e pai de Isabella, uma menina de 10 anos, o ex-motorista de ônibus e agora cirurgião-dentista contou com o incentivo da família para realizar o sonho de trabalhar na área da saúde.

“Minha irmã é engenheira eletricista e me incentivou a fazer o Enem. Fiz a prova em 2014 e com a pontuação consegui uma bolsa de estudos de 50% por meio do Prouni (Programa Universidade para Todos). Comecei cursando Farmácia, mas em poucos meses percebi que queria mesmo era odontologia e fiz a transferência”, contou José.

Parte da mensalidade do curso de Odontologia era custeada pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), do Ministério da Educação. O restante, José pagava com o que ganhava como motorista. Para conciliar trabalho e faculdade, contou ainda com o apoio da empresa, que flexibilizava horários.

De cobrador do Transcol a dentista aprovado em processo seletivo
José Ribeiro conciliou o trabalho na empresa Unimar com a faculdade de Odontologia. Crédito: Arquivo Pessoal

COMPROMETIMENTO

Como funcionário da empresa Unimar, José Ribeiro sempre foi comprometido e exemplar. A afirmação é do gerente de tráfego, Elizeu da Conceição. Segundo ele, a empresa procura identificar e incentivar tais condutas.

“José era bastante comprometido. Entrou na escolinha de formação de motorista de ônibus, que a empresa oferece, e de cobrador evoluiu para manobreiro e motorista de ônibus urbano . Ele agarrou as oportunidades”, destacou Elizeu.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.