ASSINE

Profissionais da limpeza urbana fazem paralisação e pedem vacina em Vitória

Categoria quer prioridade na vacinação contra a Covid-19. Sindicato diz que já foram registradas cerca de 50 mortes de trabalhadores do setor em decorrência do novo coronavírus

Publicado em 19/04/2021 às 10h07
Atualizado em 19/04/2021 às 14h03
Profissionais da limpeza urbana fazem paralisação e protestam por prioridade na vacinação contra a Covid-19 em Vitória
Profissionais da limpeza urbana durante paralisação por prioridade na vacinação contra a Covid-19 em Vitória. Crédito: Internauta

Profissionais da limpeza pública e privada fizeram um protesto em Vitória na manhã desta segunda-feira (19). São garis, coletores, jardineiros e outros profissionais responsáveis pela higienização de espaços públicos e privados que paralisaram as atividades para reivindicar prioridade na vacinação contra a Covid-19. De acordo com o sindicato que representa a categoria, já foram registradas cerca de 50 mortes de trabalhadores do setor em decorrência do novo coronavírus. Segundo informações de moradores da Grande Vitória, com a paralisação, a coleta de lixo foi prejudicada nesta segunda. Como a paralisação e o protesto chegaram ao fim, a orientação do sindicato era que, após o almoço, todos voltassem paras as bases e cumprissem o cronograma normalmente. 

O grupo se reuniu na Praça do Papa, na Enseada do Suá, para um café coletivo e logo depois seguiu em caminhada para a sede da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), que fica perto do local. O trajeto foi feito pela Avenida Nossa Senhora dos Navegantes, ocupando duas faixas. Segundo a Guarda de Vitória, formou-se um congestionamento durante a passagem dos manifestantes, mas logo depois o trânsito foi liberado.

A presidente do Sindilimpe-ES, entidade que representa a categoria, Evani dos Santos Reis, diz que o sindicato já protocolou ofícios para o governo estadual, solicitando a imunização da categoria, mas não teve retorno.

“Nossa categoria está na lista de serviços essenciais, trabalhando corajosamente na linha de frente da pandemia, desde o começo da quarentena. Mães e pais, avós e avôs garantindo a higiene de espaços públicos e privados, para proteger a sociedade capixaba. Se somos prioridade para trabalhar temos que ser para vacinar”, afirmou Evani, por meio de um comunicado enviado pela entidade.

Profissionais da limpeza urbana fazem paralisação e protestam por prioridade na vacinação contra a Covid-19 em Vitória
Profissionais da limpeza urbana durante paralisação por prioridade na vacinação contra a Covid-19 em Vitória. Crédito: Divulgação

A assessoria de imprensa do sindicato informou que já foram registradas cerca de 50 mortes de trabalhadores do setor em decorrência do novo coronavírus, sendo 20 em funcionários da limpeza pública e cerca de 30 da limpeza em espaços privados.

De acordo com o sindicato, a intenção da paralisação e do protesto era buscar diálogo com o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes. 

REUNIÃO NO DIA 3 DE MAIO

Segundo a assessoria de imprensa do sindicato, profissionais da limpeza e membros da entidade foram recebidos por um representante da Sesa, que sinalizou positivamente para a inclusão da categoria no plano estadual de vacinação. No entanto, a pauta será levada e discutida com o secretário Nésio Fernandes. No próximo dia 3 de maio uma nova reunião será realizada para tratativas mais avançadas do tema.

Profissionais da limpeza urbana fazem protesto em Vitória
Profissionais da limpeza urbana em protesto. Crédito: Internauta

SESA

A Secretaria de Estado da Saúde foi procurada para falar sobre o protesto. Em nota, a pasta informou que "é justa e legítima toda demanda por vacina e que, neste momento, o país deveria estar vacinando amplamente a população atingindo todos os setores vinculados a atividades essenciais, assim como pessoas com comorbidades, e já avançando na população adulta e jovem. No entanto, a indisponibilidade de doses impede que a Campanha de Vacinação Contra a Covid-19 avance em outros segmentos".

Esclareceu ainda que "outras metodologias de vacinação já foram adotadas em outros países considerando que trabalhadores de atividades essenciais sejam inseridos junto com a vacinação de pessoas idosas e adultas com comorbidades. No entanto, não é esta a opção do Plano Nacional do Ministério da Saúde em relação aos grupos prioritários, no qual o Espírito Santo segue a indicação".

E completou, dizendo que "havendo maior disponibilidade de doses o Ministério da Saúde poderá repensar a estratégia de vacinação no país".

PARALISAÇÃO NA COLETA DE LIXO

Sobre a reclamação de moradores do não recolhimento do lixo nesta segunda-feira (19), a reportagem entrou em contato com as prefeituras de Vitória, Vila Velha, Cariacica e Serra para saber qual é a situação atual do serviço nos municípios. 

A Prefeitura de Cariacica informou que após diálogo com o Sindilimpe-ES, a coleta domiciliar e hospitalar foi reestabelecida por volta de 10h30 da manhã desta segunda-feira.

A Prefeitura de Vila Velha informou que a coleta sofreu redução devido à paralisação nacional da categoria, mas está operando em 30% na manhã desta segunda (19). A administração municipal pediu a compreensão dos munícipes para contribuírem descartando o lixo apenas na parte da tarde, que é a previsão de retorno normal do efetivo.

A Prefeitura da Serra informou que o serviço de coleta de lixo no município começou com pequeno atraso por conta da manifestação dos trabalhadores da limpeza pública nesta segunda-feira. "No entanto, não houve efeitos maiores e o serviço segue normalmente, de acordo com o cronograma divulgado no último sábado, sem acúmulo de lixo pela cidade", completou

A Prefeitura de Vitória ainda não deu retorno. Assim que houver resposta, esta matéria será atualizada.

Atualização

19 de Abril de 2021 às 14:00

Por volta das 14h, o sindicato da categoria informou que havia terminado o protesto e a paralisação dos profissionais da limpeza. Segundo o sindicado, os trabalhadores devem retornar ao serviço na parte da tarde. O texto foi atualizado. 

Coronavírus no ES Manifestação Protestos Vacinas contra a Covid-19

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.