ASSINE

Ciodes passa a atender chamados de municípios do Caparaó do ES

A partir deste mês, acionamentos ao 190 que partirem de Jerônimo Monteiro, Alegre, Guaçuí, Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço e São José do Calçado, serão direcionados para a central

Cachoeiro de Itapemirim / Rede Gazeta
Publicado em 10/08/2021 às 20h58
Ciodes expande atendimento para municípios do Caparaó
Ciodes expande atendimento para municípios do Caparaó. Crédito: Divulgação/Sesp

A partir deste mês, os chamados para o número 190 realizados nos municípios de Jerônimo MonteiroAlegreGuaçuíDores do Rio PretoDivino de São Lourenço e São José do Calçado, na Região do Caparaó, passam a ser atendidos pela equipe do Centro Integrado de Operações e Defesa Social (Ciodes). Até julho, essas cidades não tinham seus chamados direcionados para a central, que é especializada em atendimentos de emergências.

O serviço foi expandido com o objetivo de melhorar o tempo de resposta das chamadas de emergências da Região Sul, que já conta com uma extensão do Ciodes desde 2010. Esses novos municípios incluídos na lista fazem parte da área de abrangência do 3º Batalhão no Caparaó.

Com a nova expansão, o Ciodes Sul poderá atender, de forma integral, às ocorrências da Polícia MilitarPolícia CivilCorpo de Bombeiros Militar, Guarda Municipal, Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) e Polícia Rodoviária Federal (PRF). O centro funciona em uma unidade integrada em Cachoeiro de Itapemirim.

Antes da mudança, os chamados desses municípios eram atendidos por um profissional de atendimento e operação. Agora, o atendimento passa ser realizado por diversos atendentes, tornando o trabalho mais ágil e eficiente e diminuindo o tempo de resposta para as chamadas de emergência.

"O objetivo da expansão é prestar o melhor serviço a quem precisar de uma resposta rápida da polícia e das outras forças de segurança. Quem ganha é a população capixaba, que passa a ter mais agilidade no atendimento às ocorrências", afirmou o diretor do Ciodes, coronel Marcio Celante.

Segundo o comandante de Policiamento Ostensivo Serrano, tenente-coronel Emerson Bariani, a medida  representa um grande avanço para a população. "Proporcionará maior abrangência no número de ocorrências atendidas da região sul, o que, na prática, era antigamente feito com apenas um atendente, agora será feito com uma equipe de cerca de 20 profissionais. O cidadão do Sul do Estado terá mais facilidade para entrar em contato com a polícia pelo 190. Isso é excelente", disse.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.