ASSINE

Catador de Sururu desaparece no mar na Ilha do Frade, em Vitória

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros fazem buscas no local, mas ainda não encontraram o homem. Testemunhas contam que ele estava em pé nas pedras tentando arrancar os mariscos quando foi arrastado pela água e desapareceu

Publicado em 22/05/2020 às 12h32
Data: 04/09/2019 - ES - Vitória - Ilha do Frade -  Fotos aéreas para o aniversário de Vitória - Editoria: Cidades - Foto: Felipe Mota - Fly Now - GZ
Fotos aéreas para o aniversário de Vitória - Editoria: Cidades - Foto: Felipe Mota - Fly Now - GZ. Crédito: Felipe Mota/Fly Now

O catador de sururu Helder da Silva, de 30 anos, desapareceu após cair no mar na Ilha do Frade, em Vitória, na manhã desta sexta-feira (22). Mergulhadores do Corpo de Bombeiros fazem buscas no local, mas até o momento ainda não encontraram o homem. Testemunhas contam que ele estava em pé nas pedras tentando arrancar os mariscos quando foi arrastado pela água e desapareceu.

O local onde Helder foi arrastado pelo mar costuma ser frequentado por catadores de sururu. De acordo com apurações da TV Gazeta, que foi ao local, a vítima é de uma família de marisqueiros de Cariacica.  Eles acordam de madrugada para começar o trabalho cedo e chegam ao local por volta das 6h. Quando tudo aconteceu, por volta das 7h, a mãe e outros parentes de Helder também estavam com ele, mas ninguém conseguiu salvar o rapaz. 

Os familiares de Helder continuam acompanhando as buscas. Segundo o perfil oficial no Twitter do Corpo de Bombeiros,  cinco mergulhadores de segurança pública foram acionados para o chamado. Já a Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp), informou por nota que a ocorrência teve início às 7h, mas até o início da tarde desta sexta-feira (28), o marisqueiro não foi localizado. 

"O Corpo de Bombeiros Militar informa que na manhã dessa sexta-feira (22), por volta das 7h, foi acionado para realizar buscas a uma suposta vítima de afogamento, no mar da Ilha do Frade, em Vitória. De acordo com a testemunha, um homem catava mariscos, quando uma onda forte o lançou às pedras vindo a desaparecer no mar. Equipes foram até o local e ainda não conseguiram localizar o corpo. As buscas continuam em andamento", disse a nota. 

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.