ASSINE

Técnicos do Chile vêm ao ES conhecer a qualidade do mamão capixaba

Segundo a Brapex, o Ministério da Agricultura do Chile mostrou interesse em importar o Papaya devido a qualidade e boa reputação do fruto brasileiro, que é considerado um dos melhores do mundo

Tempo de leitura: 2min
Publicado em 20/05/2022 às 11h55

O mamão está entre as sete primeiras frutas da pauta de exportação do Brasil, sendo o Espírito Santo o maior exportador desse fruto. Nesta semana de 16 a 20 de maio, o estado recebeu uma visita técnica do Chile para verificar o controle fitossanitário na produção do mamão, com o intuito de abrir o mercado chileno para exportações da fruta brasileira.

A missão, composta por dois auditores do Ministério da Agricultura do Chile –SAG, foi acompanhada por auditores fiscais da Superintendência Federal de Agricultura no ES (SFA-ES/Mapa) e do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV/Mapa), além de representantes do IDAF-ES, da Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Papaya (Brapex) e do setor produtivo.

Técnicos do Chile vêm ao ES conhecer a qualidade do mamão capixaba
Técnicos do Chile vêm ao ES conhecer a qualidade do mamão capixaba. Crédito: SFA-ES / MAPA

Depois de verificar como é feito o monitoramento oficial de mosca da carambola na Grande Vitória, a missão seguiu para os principais municípios produtores de mamão no Espírito Santo e que possuem lavouras monitoradas no âmbito do programa de exportação para os EUA: LinharesSooretamaJaguaré e Pinheiros.

Nas visitas de campo, eles puderam avaliar os padrões de controle fitossanitário e a qualidade das propriedades produtoras da fruta, além de visita aos packing houses (área de processamento pós-colheita), que fazem parte do programa de exportação de mamão para os EUA, exportação para a União Europeia, Argentina e mercado interno.

Técnicos do Chile vêm ao ES conhecer a qualidade do mamão capixaba
Técnicos do Chile vêm ao ES conhecer a qualidade do mamão capixaba. Crédito: SFA-ES / MAPA

Segundo a Brapex, os chilenos mostraram interesse em importar o Papaya devido a qualidade e boa reputação do fruto brasileiro, que é considerado um dos melhores do mundo.

Participaram do encontro o chefe da Divisão de Defesa Agropecuária (DDA-ES/SFA-ES), Eduardo Farina, o chefe do SIFISV-ES, Raphael Conde, a auditora fiscal Sandra Helena Martins (SIFISV-ES/SFA-ES), a chefe da Divisão de Programas Especiais de Exportação (DSV/Mapa), Izabela Mendes Carvalho, o coordenador nacional do Programa de Controle da Mosca das Frutas, Jefferson Luiz Paes, o diretor-técnico do IDAF-ES, Fabiano Grazziotti, o gerente setorial de Defesa e Inspeção Vegetal do IDAF-ES, Daniel Pombo, e a diretoria da Brapex.

Este vídeo pode te interessar

A Gazeta integra o

Saiba mais

Notou alguma informação incorreta no conteúdo de A Gazeta? Nos ajude a corrigir o mais rápido possível! Clique no botão ao lado e envie sua mensagem.

Envie sua sugestão, comentário ou crítica diretamente aos editores de A Gazeta.

Logo AG Modal Cookies

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.