ASSINE

Casal que mora em Kombi passa pelo ES e elogia o capixaba: “Melhor recepção”

"Moraríamos na Barra do Jucu", dizem Jordy e João, casal que está rodando o Brasil todo e pretende expandir a viagem à América Latina e Europa

Vitória / Rede Gazeta
Publicado em 15/03/2021 às 17h24
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi, viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais . Crédito: Fernando Madeira

Jordy Alexsander e João Ferreira estiveram no Espírito Santo pela primeira vez no fim de 2018. Há três anos eles largaram a estabilidade dos empregos que tinham e decidiram investir em uma Kombi para morar e rodar o Brasil e o mundo. Nesta primeira visita ao Estado, passaram o réveillon em Marataízes e ficaram mais de um mês passeando pelo litoral capixaba.

“Engraçado que a gente só ouvia coisa ruim do Espírito Santo. Em São Paulo e no Rio, por onde a gente comentava, eles falavam que o capixaba era seco, que a gente não ia gostar. E é incrível como foi ao contrário. Não tivemos em nenhum outro lugar recepção como a que tivemos aqui no Espírito Santo”, fala João, que é publicitário por formação e tem 47 anos.

Jordy, que tem 27 anos, é uruguaio e trabalhava na Embaixada do Uruguai no Brasil antes de largar tudo para viver a aventura de não ter CEP físico. E sem nenhum arrependimento, assim como João, que completa: “Jordy, como era concursado, tinha estabilidade, sempre ouvia que ia morrer no emprego que estava, fazendo a mesma coisa. E ele não queria isso, assim como eu não queria o ritmo de vida que eu estava levando”.

E o publicitário continua: “Eu tinha uma agência e atendia mais de 80% dos eventos que tinham na cidade. Tinham dias em que minha vontade era matar um cliente de tanto estresse e chegamos ao ponto de nos questionarmos sobre o estilo de vida que tínhamos”, fala ele, que morava em Jaguarão, cidade do extremo Sul do Rio Grande do Sul.

“Estamos juntos há sete anos e casados, mesmo, há três. Um dia tomamos um vinho com uns amigos e falamos dessa vontade de viver viajando. E fomos pesquisar histórias de gente que já fazia isso antes. Encontrei uma youtuber que mostrava esse estilo de vida, conversei com ela por e-mail e começamos a nos planejar”, detalha.

Casal mora em Kombi e viaja o Brasil

O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira posam na Kombi em que viajam. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira mostram parte do cotidiano de morar numa Kombi. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
Jordy e João viajam pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais . Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
A Kombi que é a casa do casal Jordy Alexsander e João Ferreira. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal ainda tem um bichinho de estimação. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
Esta é a segunda viagem de Jordy e João ao Espírito Santo. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira mostra o interior da Kombi. Fernando Madeira
O casal Jordy Alexsander e João Ferreira durante passagem por Vila Velha. Eles vivem numa Kombi viajando pelo Brasil há três anos e registram tudo nas redes sociais
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha. Fernando Madeira
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha
Jordy Alexsander e João Ferreira param a Kombi no Parque da Prainha, em Vila Velha

Segundo João, dali foi um ano e meio para os dois juntarem dinheiro e se programarem para morarem dentro de um carro. “Compramos a Kombi, reformamos e hoje ela é totalmente adaptada, é uma casa. Geladeira, cozinha, camas, quarto, banheiro, móveis são todos planejados...”, lembra ele, que passou a segunda-feira (15) reformando parte da plotagem do possante em empresa de Vila Velha.

Na época, Jordy e João tinham dois imóveis que podiam alugar para viver da renda. E assim fizeram. “Ganhávamos mais de R$ 2 mil por mês só com os aluguéis. Fora que, em cada lugar que você para, as empresas querem fazer parcerias. Se a gente quiser, consegue vender coisas... E chegamos, sim, a vender brigadeiro, por exemplo, na rua. E dá dinheiro, viu? (Risos)”, pontua.

Esse episódio aconteceu quando o casal perdeu um dos imóveis para alugar, já que se tratava de uma casa em Florianópolis que fazia parte do espólio de um testamento de terceiro. “Nesse período, a gente passou de mais de R$ 2 mil por mês para R$ 800 por mês. E aí nos reinventamos. Hoje, também, temos uma franquia de empresa digital. Trabalhamos só pela internet fazendo logotipos, criando identidades visuais... Vários serviços de marketing e design que eu sou formado e posso executar, por exemplo”, avalia.

A PAIXÃO POR VILA VELHA

Desta vez, o casal já está há três semanas no Espírito Santo. Nesta segunda (15), afivelaram as malas para partir e só esperaram uma encomenda dos Correios chegar. “Tínhamos feito uma compra e ela tinha que chegar (risos). Mas não teríamos pressa nenhuma para ir embora”, fala João.

De acordo com o publicitário, eles já fizeram amizades fortes em Vila Velha e os dois são apaixonados pela Barra do Jucu, recanto bucólico da cidade que foge um pouco do cenário urbano. “A gente sempre disse, desde a primeira vez que visitamos, que nós moraríamos lá. E dessa vez sentimos a mesma coisa. É um lugar que a gente vê que os moradores cuidam, têm cuidado. É maravilhosa a energia, a natureza... E é lindo. Cenário de filme mesmo”, elogia.

No geral, esse é o lugar preferido do casal no Estado. Mas os dois também dizem gostar muito de Vila Velha no geral. “Nós temos uns amigos que moram aqui por Itaparica, já nos deram chave da casa deles para a gente ficar. Uma vez fomos para Anchieta e ficamos lá sozinhos. Eles tiveram muita confiança na gente sem nem nos conhecer, por isso falo da hospitalidade. Nunca vimos igual”, reitera.

Agora, o casal seguirá viagem pelo restante do Brasil, em mais uma volta universal. O plano é ir adentrando o País cercando pelo litoral de todos os Estados. No futuro, os planos são de andar pela América Latina. “Queremos ir até o Equador, depois voltamos ao Uruguai e mandamos a Kombi de navio para a Europa. Depois é rodar a Europa desse mesmo jeito”, finaliza.

Espírito Santo Turismo no ES Fique bem capixaba capixaba espírito santo

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.