ASSINE
Oferecimento:
Modo de Visualização:

Café arábica do ES é o grande vencedor do Coffee of The Year 2020

Grãos da Douro Cafés Especiais, de Marechal Floriano, conquistaram o primeiro lugar na categoria mais esperada do concurso, que contou com mais de 400 amostras de todo o Brasil

Publicado em 24/11/2020 às 18h54
Grãos de café
Café Arábica das montanhas do ES conquistou o primeiro lugar na categoria. Crédito: COY/Divulgação

Em uma cerimônia on-line na última sexta-feira (20), foram anunciados os vencedores do Coffee of The Year Brazil 2020, durante a Semana Internacional do Café (SIC), realizada de forma 100% digital entre os dias 18 e 20/11, em Belo Horizonte-MG.

O concurso, criado em 2012, tornou-se um dos principais do setor no país e neste ano teve nos primeiros lugares produtores inéditos, um deles o capixaba Denizar Dias Douro, da Douro Cafés Especiais, em Marechal Floriano, premiado na categoria Arábica, a mais esperada do evento.

Produzido nas montanhas capixabas, com notas de floral, açúcar mascavo, especiarias, corpo denso e cremoso, o café que foi o grande campeão do COY 2020 recebeu nota 89,79 dos degustadores.

Wilians Valério Júnior, do Sítio Recanto dos Tucanos, em Alto Caparaó (MG), e Cedro Fornari, do Sítio Refúgio do Cedro, em Iúna (ES), ficaram com o segundo e terceiro lugares da categoria, respectivamente, ambos representando a Região do Caparaó.

BICAMPEÃO CAPIXABA

Na categoria Canéfora, quem recebeu a primeira colocação foi Gustavo Sturm, da Fazenda Bom Retiro, localizada em Teixeira de Freitas-BA. A bebida obteve 85,17 e, somada ao peso da nota do público, apresentou notas de chocolate, frutas vermelhas, alta doçura e corpo denso – que muito surpreendeu os jurados.

O segundo lugar ficou com o bicampeão da categoria, o produtor Luiz Claudio de Souza, do Sítio Grãos de Ouro, de Muqui, no Sul do Espírito Santo.

Como novidade, este ano a organização adicionou mais duas categorias ao concurso: a Fermentação Induzida Arábica, que teve como vencedora a produtora Maria Gabriela Baracat Sanchez, da Fazenda Dois Irmãos Cafés Especiais, de Coromandel, no Cerrado Mineiro, com 88,29, pontos; e a Fermentação Induzida Canéfora, na qual a grande vencedora foi Ediana Capich, do Sítio Santo Antônio, de Novo Horizonte do Oeste, Matas de Rondônia, com 86,80 pontos.

SOBRE O CONCURSO

O Prêmio Coffee of The Year Brazil foi criado em 2012 e tem como objetivo reunir os melhores cafés do Brasil e eleger os grandes destaques do ano, incentivando assim o desenvolvimento e aprimoramento da produção nacional e a divulgação de novas origens do café.

Em 2020, por conta da pandemia, o concurso foi organizado em um formato diferente e contou com duas fases. Na primeira, as amostras de produtores de todo Brasil foram torradas e provadas por profissionais Q-Graders e R-Graders licenciados pelo CQI (Coffee Quality Institute) em 11 núcleos pelo Brasil, em um total de 50 provadores.

Na segunda fase, as 21 melhores (10 amostras de arábica, 5 de canéfora, 3 de fermentação induzida arábica e 3 de fermentação induzida canéfora) foram disponibilizadas para a degustação do público em oito hubs (pontos de encontro e cafeterias) em sete regiões do Brasil: São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro, Curitiba, Recife, Brasília e Caparaó, para votação às cegas e escolha da audiência.

A LISTA DE GANHADORES

A revelação e a premiação do café mais pontuado e votado aconteceu no último dia da Semana Internacional do Café (20/11), que este ano adaptou-se ao novo cenário mundial. O concurso é destinado a produtores de todas as regiões brasileiras e a lista completa dos ganhadores pode ser conferida aqui.

Com informações da assessoria de imprensa da Semana Internacional do Café (SIC).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.