ASSINE

"BBB 20": Gizelly critica seletividade penal e dá exemplo de Vitória

"Um negro descendo o morro só pode estar traficando ou matando alguém. No meu bairro, Jardim da Penha, um branquinho andando com cigarro não é maconha", disparou a capixaba no reality da Globo

Publicado em 18/02/2020 às 09h07
Atualizado em 18/02/2020 às 13h34
"BBB 20": a capixaba Gizelly Bicalho. Crédito: TV Globo/Reprodução

A capixaba Gizelly Bicalho aproveitou a tarde desta segunda (17) para começar a semana com polêmica. A advogada criminalista de Vitória soltou o verbo sobre o que chama de seletividade penal e deu exemplo da situação explicando dois cenários com negros do morro da Capital e usuários de maconha que moram no mesmo bairro que o dela, Jardim da Penha.

A bonita conversava com outros confinados quando tocou no assunto e o trecho em que ela faz as comparações chegou a ser postado em seu perfil do Instagram com a legenda: "Nossa Advogada hoje à tarde falando um pouco sobre o que é seletividade penal".

Na gravação, Gizelly começa: "Você sabe o que é que é um menino negro descendo o morro correndo, às vezes, para jogar bola? A polícia vê e leva para a delegacia. Porque no bairro que eu moro, classe média-alta, Jardim da Penha, galera fuma maconha no meio da rua e polícia não para, não leva. Porque é seletividade".

Em seguida, continua: "Um negro descendo o morro só pode estar traficando ou matando alguém. Porque no meu bairro um branquinho andando com cigarro não é maconha".

Questionada, por meio de nota, a Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) informa que "age de forma técnica e isenta nas situações em que constate o cometimento de algum delito, não sendo prática institucional o preconceito racial ou qualquer outro que o valha para justificar suas intervenções".

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.