ASSINE

Livro Livra: projeto recolhe livros e distribui em comunidades de Vila Velha

Montada por cinco moradores da Grande Santa Rita, a iniciativa visa afastar os jovens da violência e do tráfico, além de dar uma nova perspectiva de futuro a eles

Publicado em 13/10/2020 às 06h00
Da esquerda para a direita, Arnon Honorato, Dionathan Souza e David Lacerda, três dos organizadores do projeto Livro Livra
Da esquerda para a direita, Arnon Honorato,  David Lacerda e Dionathan Souza, três dos organizadores do projeto Livro Livra. Crédito: Raphael Aguiar

Os rapazes do coletivo ¼ de Rima, composto por David Lacerda (25), Arnon Honorato (27), Dionathan Souza (21) e Mattheus Marques (24), junto ao seu produtor Raphael Aguiar (24) lançaram o projeto Livro Livra para levar cultura à sua comunidade, Grande Santa Rita, localizada em Vila Velha. Foi por meio da vivência do Hip Hop e da observação da falta de acesso ao conhecimento, que os rapazes tiveram a ideia de criar o  projeto que arrecada obras literárias e as faz circular nas comunidades da região em que moram.

David Lacerda, mais conhecido com Rabisco, conta que os livros doados são emprestados às pessoas interessadas em uma espécie de biblioteca. No sistema, após cerca de 15 dias, as obras são recolhidas pelo grupo para serem levadas para outras pessoas. Durante os quase dois meses de atuação da iniciativa, cerca de 60 livros já foram arrecadados. 

“A garotada mais nova, de 13 a 15 anos, já para a gente na rua para conversar: ‘E aí tio, e os livros?’. Querendo ou não, fazendo isso, eles desfocam um pouco do bairro, que é assombrado pela criminalidade, tráfico de droga. A gente criou o projeto como válvula de escape para termos outra referência”, conta David, destacando o objetivo do Livro Livra de dar mais oportunidades e uma melhor visão de futuro aos jovens das comunidades.

Atualmente, as localidades de maior atuação do grupo são os bairros Primeiro de Maio e Ilha das Flores. No entanto, David explica que o sonho é expandir para outras comunidades da Grande Vitória e diversificar as atividades. “Conseguindo apoio, patrocinadores, pensamos em arrumar um lugar para colocar os livros e realizar outros projetos sociais”, detalha, contando que eles têm em mente adicionar aulas de música, arte e arrecadação também de alimentos. 

De acordo com Rabisco, a crença no livro como agente de mudança e conscientização veio da sua própria experiência e também dos seus amigos. “Ele [o livro] muda o seu ponto de vista e, consequentemente, você consegue mudar a sua realidade”, pontua David. Ele relata ainda que foi o contato com a leitura que o fez passar no vestibular e  assim iniciar uma graduação.

“O poder público meio que esquece das comunidades carentes. Eles não se interessam se a gente sabe ler, escrever, se tem uma consciência crítica e política”, conta o MC. 

Rafael Rosário (29), amigo de um dos organizadores do Livro Livra, Arnon Honorato, conta que logo no início do projeto teve contato com o livro “Dentes do Tigre”, de Tom Clancy, e a experiência foi enriquecedora.  “Eu tinha insônia, estava passando por um momento difícil. Foi o que me fez viciar nos livros de novo. Os livros são um meio da gente sair de si e entrar na história”, assegura Rosário. 

Para ajudar a causa dos meninos do ¼ de Rima a difundir a literatura nas comunidades, basta levar as doações à Barbearia Arnon du Corte (Av. Fernando Antonio da Silveira, 312, Santa Rita, Vila Velha), das 8h às 19h. Também é possível entrar em contato através de um dos telefones que serão fornecidos abaixo e marcar um ponto para a entregadas doações. Não há data limite estipulada para a contribuição. Assim, quando perceber que a estante está com livros que nunca  mais serão tocados por você, pode decidir contribuir a qualquer momento. 

  • CONTATOS PARA DOAÇÃO DE LIVROS PROJETO LIVRO LIVRA

  • David Lacerda (Rabisco)
  • (27) 99901-1898

  • Arnon Honorato (D'Rima)
  • (27) 99838-0779 

  • Dionathan Souza (Dionin Mc) 
  • (27) 9966-11327

  • Mattheus Marques (Mahat) 
  • (27) 99881-3304

  • Raphael Aguiar 
  • (27) 99923-0212
Literatura Cultura solidariedade

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.