ASSINE

Após sucesso nas redes, 'baby Yoda' ganha versão em pelúcia

Brinquedo é vendido pela Hasbro, mas não se sabe se chegará ao Brasil

Publicado em 26/11/2019 às 18h12
Star Wars: Baby Yoda. Crédito: Twitter/@larentis_gabi
Star Wars: Baby Yoda. Crédito: Twitter/@larentis_gabi

Aproveitando a época de compra de presentes de Natal, a empresa de brinquedos Hasbro anunciou que venderá produtos da série "The Mandalorian", do serviço de streaming Disney+, sobre o universo de "Star Wars".

Segundo o canal CNBC, o "baby Yoda" que aparece na nova série ganhará uma pelúcia, que será vendida através pela Amazon, Zazzle, Target, Kohl's, Macy's e Hot Topic nos próximos dias. Antes disso, roupas com estampas do personagem já chegam às lojas da Disney, em centros de compras e parques temáticos. 

"Baby Yoda" conquistou os internautas e foi replicado em massa pelas redes sociais, especialmente através de memes, desde que a Disney divulgou suas primeiras imagens. O motivo da fama acerca do personagem é, principalmente, o seu visual "fofo".

A pelúcia do personagem chega às prateleiras das lojas antes da série ser lançada em todos os países. Nos Estados Unidos, ela estreou no dia 12 de novembro, mas no Brasil está prevista para o primeiro semestre de 2020.

No entanto, ainda não se sabe se o boneco será vendido em lojas brasileiras - segundo apuração da reportagem, a Hasbro está em negociação para trazer o brinquedo para o mercado brasileiro.

Além disso, apesar do apelido que ganhou dos internautas, "baby Yoda" não é uma versão mais jovem do personagem Yoda. A criatura da mesma espécie recebe, na série, o nome de "A Criança" e tem 50 anos -frente aos 900 anos que Yoda alcançou na história original. 

"The Mandalorian" se passa após os acontecimentos dos longas das duas primeiras trilogias de "Star Wars", antes das narrativas dos últimos três filmes (" Star Wars: A ascensão Skywalker" estreia dia 19 de dezembro).

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.