ASSINE

'Coringa' torna-se o 1º filme para maiores a ultrapassar US$ 1 bilhão

Longa protagonizado por Joaquin Phoenix, com classificação 17 anos nos EUA, atingiu a marca neste fim de semana

Publicado em 18/11/2019 às 19h19
Atualizado em 18/11/2019 às 19h19
Joaquin Phoenix como Coringa. Crédito: Divulgação
Joaquin Phoenix como Coringa. Crédito: Divulgação

Neste fim de semana, "Coringa" alcançou a marca de US$ 1 bilhão (cerca de R$ 4,2 bilhões) na bilheteria mundial. É o primeiro filme não recomendado para menores de 17 anos - a segunda classificação mais restrita nos Estados Unidos - a atingir tal marca.

Dentro desta mesma classificação, ficam logo atrás os filmes "Deadpool 2" (2018), com US$ 785 milhões (cerca de R$ 3 bilhões), e "Deadpool" (2016), com US$ 783 milhões, ambos protagonizados por Ryan Reynolds. 

A adaptação de Todd Phillips do famoso vilão das histórias em quadrinhos também é a primeira produção que não da Disney ou da Marvel a alcançar a marca de US$ 1 bilhão em 2019.

Com orçamento de US$ 62.5 milhões (cerca de R$ 262 milhões), valor considerado tímido comparado ao de outros filmes de super-heróis, "Coringa" é ainda um dos longas mais rentáveis dentro deste universo. 

Vencedor do Leão de Ouro no prestigiado Festival de Veneza, o filme traz  Arthur Fleck (Joaquin Phoenix), um aspirante a comediante que sobrevive fazendo bicos como palhaço de aluguel numa Gotham City decadente entre o fim dos anos 1970 e começo dos 1980. No Brasil, "Coringa" recebeu classificação indicativa de 16 anos.

A Gazeta integra o

Saiba mais
cinema

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.