ASSINE

Suzano abre 90 vagas de trabalho de olho na diversidade

Uma das metas da empresa é que, até 2025, 30% dos cargos de liderança sejam ocupados por mulheres; oportunidades são para atuar na nova unidade que vai funcionar em Cachoeiro de Itapemirim

Publicado em 09/10/2020 às 11h36
Data: 20/12/2019 - Linha de produção de tissue na unidade Mucuri da Suzano Papel e Celulose.
Linha de produção de tissue na unidade Mucuri da Suzano Papel e Celulose. Crédito: Ricardo Teles/Suzano

Suzano está com 90 vagas de emprego abertas para a nova unidade de conversão de papel que está sendo instalada em Cachoeiro de Itapemirim. Com essas oportunidades, a companhia quer formar uma equipe plural, com a participação de profissionais diversos, de quaisquer gêneros, etnia, crença, o que inclui mulheres, Pessoas com Deficiência (PCDs) e outros. Com isso, a organização espera promover a igualdade, a diversidade e a inclusão de profissionais dentro do ambiente corporativo.

Em relação à igualdade de oportunidades, a empresa informou que uma de suas metas é que, até 2025, 30% dos cargos de liderança sejam ocupados por mulheres. "A pluralidade na formação de nossas equipes é muito importante para a Suzano e só reforça nosso compromisso de desenvolver a população, gerar empregos e possibilidades”, pontua Luiza Xavier, gerente de Gente & Gestão da Suzano.

As vagas são destinadas a profissionais de nível médio, técnico e superior, com atuação nas áreas de Operação, Manutenção, Logística, Qualidade e Melhoria Contínua.

Os interessados podem cadastrar o currículo no site jobs.kenoby.com/Suzano. É possível ainda encaminhar o documento por e-mail: [email protected], sem esquecer de colocar o nome do cargo no campo do assunto.

Os profissionais passarão por um treinamento que vai durar quatro meses e que será desenvolvido em parceria com Serviço Nacional da Indústria (Senai) de Cachoeiro de Itapemirim.

Os profissionais serão capacitados para a operação das máquinas de alta tecnologia, com direito à visita técnica na unidade de Mucuri, na Bahia, que já atua com equipamentos similares aos que serão instalados na unidade do Sul do Estado

A nova fábrica da Suzano vai converter papel tissue (papéis suaves e de alta absorção) em produtos acabados. Serão produzidos no local papéis higiênicos de alta qualidade das marcas Mimmo e Max Pure. A matéria-prima que abastecerá a unidade será produzida pela própria Suzano na Unidade Mucuri, no Sul da Bahia.

O empreendimento faz parte de um pacote de investimentos anunciados pela empresa no final de 2019, que totaliza R$ 933,4 milhões no Espírito Santo. Estão incluídos nesse pacote a expansão da base florestal da empresa e a modernização da área industrial, em Aracruz.

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.