ASSINE

Taxa de desemprego das mulheres é 39,4% superior à dos homens, diz IBGE

Na média global, a taxa de desemprego foi de 12,2% no primeiro trimestre, os dados da pesquisa foram divulgados nesta sexta-feira, 15

Publicado em 15/05/2020 às 14h48
oportunidades de emprego no sine
Na média global, a taxa de desemprego foi de 12,2% no primeiro trimestre. Crédito: Ministério do Trabalho / Divulgação

A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 14,5% no primeiro trimestre do ano, 39,4% superior à taxa de desocupação de 10,4% dos homens. Na média global, a taxa de desemprego foi de 12,2% no primeiro trimestre.

Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira, 15.

"Essa diferença (entre homens e mulheres) já foi muito maior, de 64,5% no início da série, veio caindo, chegou a 27,6% em 2017, e veio aumentando até agora", disse Adriana Beringuy, analista da Coordenação de Trabalho e Renda do IBGE.

O nível da ocupação dos homens foi estimado em 63,5% no primeiro trimestre, enquanto o das mulheres ficou em 44,5%.

A Gazeta integra o

Saiba mais

Se você notou alguma informação incorreta em nosso conteúdo, clique no botão e nos avise, para que possamos corrigi-la o mais rápido possível

Para melhorar a sua navegação, A Gazeta utiliza cookies e tecnologias semelhantes como explicado em nossa Politica de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com tais condições.

Bem-vindo

A Gazeta deseja enviar alertas sobre as principais notícias do Espírito Santo.